Núcleo Rio de Janeiro ganha novos tons em Pantanal

Pantanal
Madeleine (Karina Teles) ainda vai disputar o amor de Gustavo (Caco Ciocler) em Pantanal (Imagem: Divulgação / Globo)

Quem assistiu à primeira versão de Pantanal, em 1990, lembra que o núcleo Rio de Janeiro não era tão interessante quanto às cenas na fazenda. Um desafio e tanto para Bruno Luperi, que, com um ótimo elenco e texto, tem dado mais vida e cor à história de Madeleine e família na trama da Globo.

A Madeleine (Karina Teles) dos tempos modernos tem encontrado espaço nas redes sociais e vai disputar o amor e a atenção de Gustavo (Caco Ciocler) com a jovem Nayara (Victoria Rossetti). Ainda fica difícil competir com a trama de José Leôncio, Juma e todos do Pantanal, mas a chegada de Zaquieu (Silvero Pereira) já promete mais humor e diversão para a mansão Novaes.

Por falar em Zaquieu, o personagem traz a discussão em torno da questão LGBTQIA+, cada vez mais necessária. Na história original, a homossexualidade era tratada com um certo deboche, o que nos dias de hoje não é mais aceitável.

Veja Também

Assim como tem trazido os temas atuais para a dramaturgia, como sustentabilidade e redes sociais, espera-se do autor uma leitura mais apropriada, sem preconceitos, para o assunto.

Em alta

Falando nisso, o folhetim das 21h segue em animando a emissora carioca. Em São Paulo, a 5ª semana de Pantanal fechou com 29 pontos de audiência e 45% de participação, foi a melhor desde a última de Império (1º a 6 de novembro de 2021, quando foi registrado 29 pontos de audiência e 45% de participação).

No Rio de Janeiro, com 31 pontos de audiência e 49% de participação, a 5ª semana de Pantanal também foi a melhor da novela das nove desde o enredo de Aguinaldo Silva (33 audiência e 50% de participação).

Beleza em p&b

Bruno Cabrerizo
Bruno Cabrerizo é clicado por Aderi Costa (Imagem: Divulgação / Aderi Costa)

Quarta-feira tem lançamento do livro “Cais”, do fotógrafo Aderi Costa, com direção de arte de Gringo Cardia, no hotel Copacabana Palace. O projeto começou em 2017, e reuniu ao longo dos anos, 131 celebridades nos estúdios de Aderi, no centro do Rio. As fotos em preto e branco praticamente não foram mexidas no Photoshop, e retratam a emoção do momento.

Bruno Cabrerizo, no ar em Quanto mais Vida, Melhor!, foi um dos clicados pelas lentes de Aderi. “Tenho um grande orgulho em fazer parte deste projeto. As fotos captam, pelo olhar sensível do Aderi, o que vem de dentro da gente. Me diverti durante a sessão, que teve chuva e trem passando no meio”.

Na capa, o livro traz Paolla Oliveira, e na contracapa, a inesquecível Ruth de Souza, morta em 2019.

Cruzeiro Colorido

O reality Cruzeiro Colorido, que deu nome ao camarote na Sapucaí, vai estrear no segundo semestre. Depois do BBB Portugal, o ex-jogador Mário Jardel vai ser o comentarista do programa, que é exclusivo para a população LGBTQIA+.

Com produção de Jardel e de uma emissora italiana, as gravações vão acontecer em uma mansão em Angra dos Reis com 14 participantes, sendo quatro delas celebridades.

Na Sapucaí, deram pinta no camarote Jesus Luz e sua esposa Carol Ramiro, a ex fazenda Shayene Cesário, a atriz Glamour Garcia, o ator Roberto Birindelli, a ex big brother Aline Dahlen, a cantora Cariucha, o ator Gabriel Santana, entre outros. Será que um desses vai participar do reality?

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Fernanda Menezes Côrtes
Fernanda Menezes Côrtes é jornalista, com mais de 20 anos de experiência em assessoria de comunicação, sendo os últimos onze anos voltados ao mundo do entretenimento e da televisão. Trabalhou na comunicação da Globo e do Canal Viva e como assessora de artistas.
Veja mais ›