O dia em que a Globo tirou reality do SBT do ar e Ratinho soltou o verbo

Ratinho
Ratinho disparou contra a concorrente após decisão sobre o Casa dos Artistas (Imagem: Reprodução/ SBT)

Se hoje A Fazenda, da Record, é o reality que confina famosos em um mesmo espaço, há quase 20 anos era o Casa dos Artistas, do SBT, que cumpria essa função. No entanto, o programa acabou saindo do ar após um pedido da Globo. O Do Fundo do Baú, então, resgata o momento em que Carlos Massa, o Ratinho, soltou o verbo contra esta decisão.

O ano era 2001 e Silvio Santos estava rindo à toa com o sucesso da sua atração, que estreou meses antes do primeiro Big Brother Brasil. A Globo não gostou nada das vitórias da concorrente em cima do Fantástico e decidiu agir.

Isso porque a emissora carioca havia comprado o Big Brother da Endemol em 1999, antes do SBT lançar o seu programa, que tinha um formato semelhante ao BBB, mas com famosos ao invés de anônimos.

Acusando o canal de Silvio Santos de plágio, a Globo conseguiu na Justiça uma liminar e o reality acabou sendo retirado do ar dez dias após sua estreia.

A empresa do apresentador acatou a ordem, mas soltou um comunicado furioso contra a concorrente antes do início do Programa do Ratinho, que foi antecipado para entrar no lugar do Casa dos Artistas.

“Infelizmente não exibiremos hoje o programa Casa dos Artistas. A TV Globo, através de liminar concedida pela Justiça, impede o SBT de exibir o programa. Esperamos que a justiça prevaleça em favor de você, telespectador, para que em breve possamos continuar levando até você um programa de qualidade como o Casa dos Artistas”, dizia o texto divulgado na TV.

Carlos Massa, então, entrou na sua atração e disparou contra a Globo. “Olha, é uma barbaridade, né? Ninguém pode fazer sucesso no Brasil, só a Globo que pode fazer”, iniciou o artista.

“Nós estamos em um país de 160 milhões, em que o povo não manda nada! Quem manda é uma tal de ‘poderosa’. Agora eu cheguei a conclusão que nós estamos ralados. E põe presidente, tira presidente, e põe programa, tira programa. Mas o nosso ninguém tirou e nem vai tirar”, acrescentou Ratinho.

O famoso completou: “Quero ver vocês [da Globo] acharem outro programa aí e falar que o nosso foi copiado. Aqui não tem cópia, porque pior que nós não existe”.

Dois dias depois, o SBT conseguiu na Justiça uma nova decisão e voltou a exibir o reality show, que teve a vitória de Bárbara Paz, em dezembro do mesmo ano, em uma final histórica. O formato, entretanto, acabou não tendo a mesma força nas três temporadas seguidas e saiu do ar.

Assista ao momento:

CONTINUE LENDO →

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com