O dia em que Clodovil deixou Xuxa chocada com ataque de sinceridade

Clodovil
Xuxa ficou surpresa com declarações de Clodovil em programa (Imagem: Reprodução/ Globo)

O Do Fundo do Baú já mostrou alguns momentos icônicos de Clodovil Hernandes (1937-2009). Mas, é claro, tiveram muitos outros, afinal o estilista causava por onde passava. E não poderia ter sido diferente na sua participação no Planeta Xuxa.

Em agosto de 1999, o artista foi convidado por Xuxa Meneghel para responder perguntas sobre a sua intimidade, como pedia o próprio nome do quadro: Intimidade. No entanto, a apresentadora não imaginava que o íntimo de Clodovial seria tão exposto.

Tudo aconteceu quando a loira o questionou: “Você é do tipo do cara que quando gosta de alguém você fala ou espera ser cantado?”. “No sentido de programa? Para transa?”, rebateu o famoso. A apresentadora disse que poderia ser tanto para um relacionamento duradouro ou rápido.

“Xuxa, vou ser bem sincero. Eu não dou em cima de nada, não corro atrás de nada e tenho pavor que sofre porque quer uma pessoa que não a quer. Sabe esse tipo de gente que fica correndo atrás de uma pessoa que não quer?”, disparou o convidado.

Surpresa, a atual contratada da Record perguntou: “Você nunca fez isso?”. Clodovil, então, foi categórico: “Nunca fiz e nem vou fazer. Deus me livre. Eu tenho vergonha na cara. Imagina se eu vou gostar de uma pessoa que não gosta de mim. Eu quero que ela faleça, por mais que eu goste dela. Eu correr atrás? Eu não“.

Xuxa não se segurou e deu risada do desabafo. O apresentador acrescentou: “Nem pensar. Eu não achei nada no lixo, porque eu vou correr atrás de uma pessoa? Não tem sentido. Gente que mendiga afeto? Isso é um absurdo. Nem pensar. Amor é uma coisa somada, não dividida”

A apresentadora ficou chocada, mas Clodovil foi além no seu ataque de sinceridade em outro momento. “Eu sou uma pessoa invejosa, mas eu tenho inveja no talento, mas não de dinheiro ou de quem tem o p** maior que o meu”, declarou ele.

A loira se surpreendeu e o convidado completou: “Não adianta nada você ter um elefante que não adianta de nada. Com uma tromba caída quem que resolve? Não resolve nada. Eu tenho inveja de algumas coisas, como da bondade. Eu não sou uma pessoa boa, mas eu exercito a bondade”.

Assista ao momento:

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com

WordPress Lightbox