Pabllo Vittar detona Bolsonaro e critica artistas que não se posicionam

Pabllo Vittar
Pabllo Vittar desabafou contra Bolsonaro e artistas que não se posicionam (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Pabllo Vittar já demonstrou em vários momentos que é uma crítica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Sem papas na língua, a funkeira detonou o político ao falar sobre a situação do Brasil na pandemia da covid-19 e a vacinação em passos lentos.

Ao site F5, a drag queen não deixou também de falar de política, enquanto comentava sobre o lançamento da sua nova música. Parafraseando o título da nova canção, intitulada “Triste com T”, ela afirmou que sua maior tristeza são os rumos do país.

“O que me deixa triste é o Bolsonaro no poder. O que me deixa com tesão… vacina no meu braço, seria um tesão”, declarou Pabllo Vittar.

Questionada sobre os artistas que preferem não se posicionar politicamente, a cantora acredita que são pessoas que votaram no presidente. “Ai, mona, porque é conivente, porque apertou 17 bem gostoso. Não podemos olhar isso tudo e pensar que está tudo normal”, disparou ela.

“Não podemos todo dia ligar a TV e ver um monte de gente morrendo de um vírus que tem vacina. É o seu papel, como pessoa que está lá representando o país, comprar as vacinas, dar vacina, cuidar da população. E não debochar com escárnio igual ele [o presidente Jair Bolsonaro] faz. É revoltante”, seguiu Pabllo Vittar.

A artista também comentou: “E se você, que tem uma plataforma grande, é artista, está na novela, cantando, tem que botar a boca no trombone mesmo. Acho muito feio artistas que se privam disso e ainda se acham no direito de se incomodarem com a cobrança. Isso é ridículo”.

Sobre a pandemia, a famosa teve que se virar para entregar novos trabalhos ao seu público. No entanto, ela disse que os fãs são seus ânimos nesse período e não perde a fé para voltar a fazer shows o mais breve possível.

“Uó, credo, dá vontade de nem levantar da cama às vezes. Sobrevivi graças aos meus fãs, que me mandam muita mensagem positiva e muito amor. É louco demais você fazer um trabalho inteiro, entrar no estúdio, gravar tudo sendo que você não vai poder fazer show, não vai poder divulgar do jeito que você gostaria. Isso me deixa muito triste, mas, ao mesmo tempo, fico feliz que 2021 está acabando e ano que vem, se Deus quiser, nós estaremos todas vacinadas, muito loucas na rua. Espero que passe logo, porque o babado é a gay em cima do palco fazendo o que ela mais sabe fazer. É isso que eu quero de volta”, desabafou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›