Padre Fábio de Melo não perde tempo e ironiza William Bonner após vídeo sobre o JN

Padre Fábio de Melo
Padre Fábio de Melo ironizou William Bonner após vídeo sobre o Jornal Nacional (Imagem: Reprodução – Instagram – Globo/ Montagem – RD1)

Voltando a interagir com seus admiradores, William Bonner usou seu perfil no Instagram nesta quarta (3) para explicar que o Jornal Nacional começaria mais cedo, por causa do futebol na programação da Globo. O que chamou a atenção na postagem, no entanto, foi um comentário do Padre Fábio de Melo.

“Passando aqui rapidinho só para avisar que hoje o Jornal Nacional vai começar mais cedo. Nós temos futebol na programação e temos um dia muito cheio. Então vamos começar o ‘JN ‘às 19h50, horário de Brasília, então não perca. Hoje não é 20h30. Hoje o ‘JN’ começa às 19h50 com o noticiário do dia. A gente está esperando você. Até lá”, contou o âncora em um vídeo.

Sempre bem-humorado, o religioso ironizou o jornalista: “Não quero provocar intriga, mas soube que a mudança teve outro motivo. O tio está sentindo muito frio, quer tomar o chá de camomila mais cedo”.

Natasha Dantas, esposa de William Bonner, também entrou na conversa entre o marido e o Padre Fábio de Melo. “Do jeito que as coisas vão, quando ele chegar já terei preparado o chá de camomila com erva cidreira!“, brincou ela.

Nesta semana, no Altas Horas, Bonner revelou quais são os protocolos que o Jornal Nacional tem aderido nesses tempos difíceis. A medida principal do telejornal da Globo, segundo o âncora do JN, foi separar fisicamente — ao máximo — as pessoas que trabalham atrás das câmeras, para trazer as notícias em segurança:

“Desde o início da pandemia, a gente foi apertando o protocolo. O que mudou drasticamente, de cara, foi que a gente espalhou as pessoas pela redação. O que era possível ser feito em home office, foi feito. Era uma redação muito povoada. Todas as áreas de trabalho eram ocupadas. Passamos a ocupar uma sim e uma não”.

Bonner riu ao contar como essas medidas tem afetado no ambiente jornalístico da emissora: “Na prática, se eu tiver que falar com o editor de esportes, eu tenho que dar um berro ou procurar numa lista de ramais, porque antes eles ficavam todos à minha frente da minha sala. Agora não tem mais isso”.

O jornalista explicou que eles estão usando álcool isopropílico para limpar objetos como celular, mouse, teclados e semelhantes, e um líquido multiuso para higienizar todo o resto. O álcool gel tem sido reabastecido com frequência, além de medirem a temperatura de quem trabalha no Jornal Nacional, que é exibido de segunda-feira a sábado.

“Isso protegeu muito a gente. Acho que ninguém pegou coronavírus dentro da TV. Todo mundo de máscara. A gente tem que ficar o tempo todo assim. Isso protege, funciona”, finalizou William Bonner, deixando claro que essas atitudes conseguiram manter a saúde das pessoas que estão diariamente na Globo.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›