Paulo Gustavo morre de covid no Rio de Janeiro, aos 42 anos

Paulo Gustavo
Paulo Gustavo morreu na noite desta terça-feira, após quase dois meses internado (Imagem: Reprodução / Instagram)

Paulo Gustavo morreu em hospital do Rio de Janeiro, na noite desta terça-feira (4), aos 42 anos, após complicações da Covid-19. O famoso é mais uma vítima da doença que já matou mais de 400 mi brasileiros em um ano.

O comediante é conhecido por vários personagens na televisão, cinema e teatro, como a Dona Hermínia, protagonista de Minha Mãe é Uma Peça.

“Às 21:12h desta terça-feira, 04/05, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da COVID-19 e suas complicações”, anunciou o comunicado.

“Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento. A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos”, completou.

O artista estava internado em hospital do Rio de Janeiro desde o dia 13 de março devido às complicações provocadas pela Covid-19. Seis dias depois, ele chegou a apresentar melhora no quadro geral.

Porém, no dia 22 do mesmo mês a situação regrediu e o comediante precisou ser intubado. Na ocasião, os médicos anunciaram que ele “necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, para ser tratado de forma mais segura”.

No dia 2 de abril, o quadro dele piorou novamente e ele passou a utilizar uma terapia que se assemelha ao uso de um pulmão artificial. Já no último domingo (2), Paulo Gustavo teve uma redução de sedativos e bloqueadores, chegou a interagir com médicos e o marido, Thales Bretas, mas depois sofreu uma piora.

“À noite, subitamente, houve piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais, quando novos exames demonstraram ter havido embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa. Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”, declarou o boletim divulgado no dia 3 de maio.

Carreira

Paulo Gustavo nasceu em Niterói em 30 de outubro de 1978 e estudou teatro na Casa das Artes de Laranjeiras. A primeira peça da qual participou foi O Surto, em que dividia a direção com Fernando Caruso, em 2004. Foi a primeira vez que ele apresentou a personagem Dona Hermínia.

A personagem ganhou peça própria em 2006 e chegou ao cinema sete anos depois. Os três filmes de Minha Mãe é Uma Peça venderam mais de 26 milhões de ingressos entre 2013 e 2020. O terceiro filme teve a maior arrecadação da história do cinema brasileiro, com R$ 182 milhões de bilheteria.

O ator também esteve em Minha Vida em Marte (2018) e Os Homens São de Marte… e É Para Lá Que Eu Vou (2014), nos quais contracenou com a atriz e amiga Mônica Martelli.

Na TV, Paulo apresentou em 2011 o programa 220 Volts, do Multishow. No canal, ele passou integrar o elenco de Vai Que Cola, vivendo Valdomiro Lacerda. O personagem foi um sucesso também na adaptação para o cinema, em 2015. Ele também foi o apresentador de várias edições do Prêmio Multishow.

Família

O famoso formou uma família linda nos últimos anos. Ele se casou com o médico Thales Bretas em 2015. Após um processo de barriga de aluguel feito nos Estados Unidos, eles se tornaram pais de Romeu e Gael, de 1 ano de idade.

Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›