Paulo Gustavo tinha contrato fechado com streaming para lançar carreira internacional

Paulo Gustavo
Paulo Gustavo tinha projetos confirmados para a TV e também streaming (Imagem: Divulgação)

A morte de Paulo Gustavo, na última terça-feira (4) – vítima da covid -, ainda tem deixado muita gente em choque. O comediante estava no auge da sua carreira, com os sucessos no cinema e trabalhos na televisão engatilhados, inclusive na Globo. Além disso, o artista já estava projetando uma carreira internacional.

A revista Piauí divulgou, com exclusividade, que o famoso havia assinado um contrato de longo prazo com a Amazon para ser a principal estrela da plataforma de streaming norte-americana. Os trabalhos, de fato, iriam começar em 2022, após ele terminar o seu acerto com o Grupo Globo. O acordo era de cinco anos.

A publicação informou que a relação entre Paulo Gustavo e a Amazon começou há dois anos. Ele aceitou o contrato pensando na internacionalização de sua carreira e a chance de assinar como produtor-executivo de seus projetos.

Em 2021, ele teve reuniões por videochamada com a direção da gigante norte-americana para começar a discutir novos projetos. A proposta era fazer séries, filmes e especiais de fim de ano. O acordo previa exclusividade e participação nos lucros.

A Piauí disse que, só para tê-lo no casting da Amazon, foram de R$ 1,8 milhão investidos pela empresa. Por ano, a estimativa comedida era de que ganhasse pelo menos R$ 5 milhões. Os próximos filmes dele, por exemplo, poderiam estrear no cinema para depois migrarem para o catálogo do streaming.

Nos últimos tempos, cabe lembrar, Paulo levou 5 milhões de pessoas aos teatros com as peças Minha Mãe É Uma Peça, 220 Volts e Hiperativo. Nos cinemas, ele era o maior faturamento de bilheterias do Brasil: Minha Mãe é uma Peça 1 teve 4,7 milhões de espectadores, Minha Mãe é uma Peça 2, 10,8 milhões, e Minha Mãe é uma Peça 3, 11,5 milhões.

O ator também bombava no mercado publicitário. Uma campanha com ele caracterizado de Dona Hermínia, a famosa personagem inspirada em sua mãe, estava orçada entre R$ 1,5 e 2 milhões. Além disso, ele tinha fechado contrato com uma famosa empresa de margarina.

Se não fosse a pandemia, o comediante planejava começar a gravar em fevereiro a série televisiva de Minha Mãe é uma Peça, parceria entre o canal Multishow e a plataforma Globoplay.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›