Paulo Henrique Amorim foi condenado por injúria racial em processo movido por Heraldo Pereira (Imagem: Reprodução / YouTube)

Foi finalizada nesta terça-feira (12) a ação penal movida por Heraldo Pereira contra Paulo Henrique Amorim. Segundo informações do jornalista Flávio Ricco, foi mantida a condenação de Paulo Henrique – do “Domingo Espetacular”, da Record.

Amorim foi condenado a 1 ano e 8 meses em regime aberto, mais multa, por prática de injúria racial. O Supremo Tribunal Federal (STF), sob relatoria do ministro Roberto Barroso, seguido pela unanimidade da Primeira Turma, considerou que o crime é imprescritível e inafiançável, afastando qualquer possibilidade de um novo recurso.

O processo diz respeito à publicação feita por Paulo Henrique Amorim no site “Conversa Afiada”, em 2009, na qual tratou Heraldo Pereira – âncora do “Jornal das 10”, da GloboNews – por “negro de alma branca” que “não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde”.

A condenação de PHA se dá em meio à uma mudança de jurisprudência. Denúncias do tipo eram desclassificadas de racismo para injúria. E, consequentemente, rendiam longos processos penais que chegavam à prescrição, o que implicava em impunidade na maioria dos casos.

Saiba Mais:

Fã pede ajuda e Xuxa Meneghel desembolsa R$ 7 mil para cirurgia

Sonia Abrão detona Gaby Amarantos após piada de Fausto Silva: “Indignação seletiva”

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!