Pedro Bial dá o que falar ao detonar documentário de Petra Costa

Pedro Bial
Pedro Bial soltou o verbo sobre o documentário de Petra Costa (Imagem: Reprodução / Globo)

Pedro Bial virou assunto nas redes sociais após comentar, nesta segunda-feira (3), sobre o documentário Democracia em Vertigem, da diretora Petra Costa. Em entrevista à Rádio Gaúcha, o apresentador da Globo disse que o filme, indicado ao Oscar de Melhor Documentário, é uma “ficção alucinada”.

“Eu dei muita risada. É um ‘non sequitur’ (expressão em latim para “não se segue”) atrás do outro. Tira conclusão de que algo leva a outro sem a menor relação causal. O filme vai contando as coisas, me desculpem a expressão, num pé com bunda danado”, disparou o jornalista.

Para Pedro Bial, a narração do filme é “miada” e “insuportável” e a leitura mais interessante do filme é a psicanalítica.

“É um filme de uma menina dizendo para mamãe dela que fez tudo direitinho, que ela está ali cumprindo as ordens e a inspiração de mamãe, somos da esquerda, somos bons, não fizemos nada, não temos que fazer autocrítica. Foram os maus do mercado, essa gente feia, homens brancos que nos machucaram e nos tiraram do poder, porque o PT sempre foi maravilhoso e Lula é incrível”, acrescentou ele.

Apesar das críticas, o apresentador garantiu que o documentário é bem executado e até entende o motivo pelo qual ele foi indicado ao Oscar. “Depois que vi Indústria Americana, acho que a academia dá o prêmio ao filme brasileiro”, afirmou.

Confira a repercussão:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›