PGR tenta reconciliação entre Eduardo Bolsonaro e Daniela Mercury após grande polêmica

Da Redação

28/08/2022

Daniela Mercury

Daniela Mercury e Eduardo Bolsonaro estão em pé de guerra (Imagem: Reprodução – YouTube / Montagem – RD1)

A polêmica envolvendo Eduardo Bolsonaro e Daniela Mercury ganhou um novo capítulo. Isso porque a vice-procuradora-geral Lindôra Araújo sugeriu uma audiência de reconciliação entre as partes. A cantora foi a responsável por entrar com uma queixa-crime contra o deputado por difamação.

Segundo informações do Lauro Jardim, do jornal O Globo, antes, a PGR deseja que o STF notifique o parlamentar bolsonarista para que se manifeste em 15 dias, de forma “a garantir o contraditório e a ampla defesa”.

A vice-procuradora-geral ressaltou que a “inobservância desse dispositivo pode dar causa a nulidade do processo”. A número dois da PGR referendou o entendimento de que a competência do caso é do Supremo.

Ela avaliou que o suposto delito foi cometido no exercício do cargo de deputado federal, que teria direito à imunidade parlamentar. Já José Luis Oliveira Lima, advogado de Daniela Mercury, aponta que a conduta do deputado federal não tinha relação com a sua função.

A polêmica envolvendo Daniela Mercury e Eduardo Bolsonaro

A baiana entrou com a ação contra o “Zero Três” por distorcer uma fala sua como se tivesse chamado Jesus Cristo de “muito gay” e “muito bicha”.

Na realidade, as declarações de Daniela Mercury, datadas de julho de 2018, em um show em Garanhuns (PE), referiam-se ao Renato Russo, morto em 1996, de quem ela era amiga.

“Fiquei indignada com a má-fé, a maldade e a desonestidade do uso de um vídeo adulterado. Estou pedindo indenização na Justiça pelos graves danos que isso me causa pessoalmente. Também me repugnam a deterioração do debate público, a fraude e o uso da mentira para promover uma ideia, qualquer que seja. Não é civilizado, e é covarde”, comentou a cantora, na época.

O caso está sob relatoria do ministro Nunes Marques, indicado ao STF pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Caso ele não destine uma audiência de conciliação, Lindôra deve se pronunciar sobre o recebimento da queixa-crime.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Da Redação
Escrito por

Da Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.