Pra gado ver? Demitido da CNN, Alexandre Garcia surge no Canal Rural

Alexandre Garcia
Alexandre Garcia aparece no Canal Rural após deixar a CNN Brasil (Imagem: Reprodução / Canal Rural)

Alexandre Garcia foi demitido da CNN Brasil na semana passada e pegou todos de surpresa, especialmente os eleitores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Os fãs do jornalista, no entanto, encontraram um plano B: o Canal Rural.

Contratado do canal de agronegócio, Alexandre Garcia viralizou na web nas últimas horas após sua aparição na TV de pequeno porte. Em seu comentário, o ex-global falou sobre as comemorações de Bolsonaro pela marca dos mil dias de governo.

“O governo acaba de completar mil dias e fez um balanço. Começou dizendo que colocou comida na mesa de 68 milhões de brasileiros. O governo também mostrou a proteção do meio ambiente”, comentou. “Falou também sobre investimentos na infraestrutura”, ressaltou.

Os usuários da web não perdoaram o bolsonarista. “Para falar com o gado tinha que ser no Canal Rural mesmo”, disparou um internauta no Twitter. “Cada gado no seu devido local”, alfinetou outro.

“Que fim de carreira horrível do Alexandre Garcia”, criticou um terceiro. “Pelo menos está no nicho certo: canal de gado”, ironizou mais um.

“Lavagem cerebral”

Dias após sua saída da CNN Brasil, Alexandre Garcia fez um vídeo e desabafou sobre a decisão do canal de notícias. “Me perguntaram na sexta sobre a CPI da covid, vacinação e tratamento. Não podia decepcionar aqueles que foram meus alunos ao longo de todos os anos”, começou.

“Se eu digo uma coisa eu tenho que praticar e digo: não aluguem a sua cabeça, pensem, que seu cérebro não seja abduzido, não permitam que professores façam lavagem cerebral, que o medo dos colegas te encolha e não tenha pensamento próprio”, declarou.

Alexandre encerrou com uma revelação: ele estava vestindo uma camisa que tem mais de 35 anos e um relógio que tem 50 anos: “Será que é conservadorismo? E é bem simbólico: está novo, usa-se, está bonito. Meu avô era conservador e vivia pesquisando coisas novas. Então, é isso, não é ficar preso ao passado, é ter os valores do passado, a beleza do passado, a funcionalidade das coisas do passado e sempre buscar novidade, inovação, progresso”.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›