Primeiro âncora gay do JN, Matheus Ribeiro deixa a TV e decide entrar à política

Da Redação

02/07/2022

Matheus Ribeiro

Matheus Ribeiro apresentou o Jornal Nacional em 2019 e agora é pré-candidato a deputado (Imagem: Reprodução / Instagram)

Conhecido por suas passagens por afiliadas da Globo, Record e Band, Matheus Ribeiro se afastou da televisão para se aventurar em uma nova área: a política. O jornalista pediu para deixar a TV Goiânia Band, onde apresentava o Se Liga, e agora é pré-candidato do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) a deputado federal por Goiás.

O apresentador, cabe lembrar, foi o primeiro jornalista assumidamente gay a apresentar o Jornal Nacional, em 2019, quando era âncora na TV Anhanguera, afiliada da Globo. Na época, ele comandou uma das edições especiais pelos 50 anos do noticiário.

“Passei dois anos atuando em Brasília e isso me fez conhecer de perto como funciona o centro do poder. Fiquei espantado ao reparar o quanto nossos representantes, de forma geral, são alheios aos problemas reais da vida das pessoas”, disparou ele ao Splash.

O jornalista ainda ressaltou: “E após dez anos de carreira no Jornalismo, estou cansado apenas de denunciar os mesmos problemas e ver a vida das pessoas piorar cada vez mais. Minha disposição agora é trabalhar em busca de soluções“.

“Participei de uma seleção com 12 mil candidatos para entrar no RenovaBR e fiquei entre os 150 selecionados. Encontrei conhecimento em uma instituição apartidária, plural, baseada em princípios éticos e democráticos”, acrescentou o apresentador.

Matheus Ribeiro ainda disse que definiu o RenovaBR como uma “uma escola de formação política mantida por cidadãos comuns que acreditam em uma democracia mais saudável, participativa e representativa”. O projeto foi idealizado pelo empresário Eduardo Mufarej, que declarou voto em Jair Bolsonaro em 2018.

Sobre a sua saída da TV, ele ainda afirmou: “O jornalismo me conectou a realidades muito diferentes da minha. Eu tenho minha história, sou do interior, filho de professora de escola pública, passei algumas dificuldades, mas nunca faltou comida na mesa”.

“E quando a minha profissão me fez ficar frente a frente, tantas vezes, com a miséria, com mães que não tinham o que dar de comer aos filhos, isso me fez ampliar minha visão de mundo e perceber que a gente precisa trabalhar pela coletividade”, completou.

Matheus Ribeiro, que apresentou o Jornal Nacional, não é o único

Eduardo Costa, conhecido apresentador do MG no Ar, da Record Minas, já foi afastado da emissora após convite para se candidatar a vice de Romeu Zema (Novo). O noticiário ganhará um novo âncora depois da decisão da empresa.

Segundo informações do site O Tempo, a direção tomou a atitude de afastar o jornalista depois que o próprio Eduardo confirmou a sua intenção de participar das eleições deste ano.

No entanto, as coisas não correram tão bem nos bastidores. O comportamento do apresentador da Record, que não comunicou suas intenções aos chefes imediatos, não foi bem digerido pela direção.

Ele fez um vídeo nas redes sociais anunciando o seu interesse na político após uma reportagem do jornal sobre a decisão do partido Novo.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Da Redação
Escrito por

Da Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.