Público suspeita que Priscilla Alcântara é o unicórnio do The Masked Singer

Priscilla Alcântara seria unicórnio do programa (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Priscilla Alcântara virou assunto nesta terça-feira (10), por conta de uma participante do reality The Masked Singer, da Globo, que tinha a voz muito parecida com a sua.

Tratava-se da pessoa por trás da fantasia de um unicórnio, que dividiu opiniões entre os jurados. Priscilla chegou a ser citada, mas Manu Gavassi também teve seu nome cogitado.

Entre as pistas que deu sobre quem seria, disse que ficou conhecida quando era criança, mas “cresceu e agora é uma mulher”. Além disso, cantou uma música de Lady Gaga, Shallow.

Wanessa Camargo também foi apontada, mas o “Unicórnio” deu uma outra dica e afirmou que não tem filhos, fortalecendo ainda mais os rumores de que tratava-se de Priscilla.

Para os internautas, sua voz é inconfundível. Priscilla Alcântara, inclusive, lançou recentemente um novo single chamado Tem Dias, que é diferente de tudo que fez até aqui e a letra diz:

“Tem dias que eu sinto / que eu só existo / na hora que ninguém me vê / A gente não percebe / que ninguém consegue / por tanto tempo se esconder / então deixe que o tempo revele você”.

Segundo a cantora, a música é “fruto de uma crise existencial”, sem referências cristãs, e conta com um dedo de Lucas Silveira, produtor de músicas da Manu Gavassi, e colaboração da skatista e musicista Karen Jonz.

Em um vídeo intitulado #AprendizDoPop (parte 1), a famosa mostrou um pouco da mudança que está preparando e, em um vídeo, disparou: “Já faz um tempo que minha estrada me traz aqui”.

“Que busca uma maneira diferente de expressar minha voz como artista. Eu quero falar com gente, eu quero falar com todos, mas antes eu precisava falar com ele“, prosseguiu a famosa.

Nas imagens, Priscilla Alcântara surgiu olhando para o céu, como se estivesse falando com Deus, mas na verdade, estava falando com Sr. Alvarenga, que representava o presidente de uma gravadora.

O motivo é o fato de, apesar das músicas religiosas, outros gêneros que ela cantava acabaram fazendo mais sucesso, e por conta disso, decidiu lançar o “Priscilla Alcântara: Não Ser Sempre Igual”.

“A gente já conversou outras vezes. Eu ofereci essa aprendiz do pop ao mainstream e não é que deu certo? É, chegou a hora de dar esse passo. O primeiro de um novo caminho”, revelou.

“Nem pior, nem melhor, apenas diferente. É aqui onde eu finalmente me sinto livre. A gente nunca sabe se está pronta e só há um jeito de descobrir: fazendo”, completou.

Confira:

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›