Rafa Brites celebra afastamento de diretor acusado de assédio e surpreende com declaração

Rafa Brites comemora afastamento de diretor da Globo (Imagem: Reprodução / Instagram)

Rafa Brites usou o seu perfil no Instagram para celebrar o afastamento de um diretor da Globo, que foi acusado por ela de assédio em duas ocasiões enquanto trabalhava na emissora. “Acabei de receber a notícia e senti que a justiça foi feita“, afirmou.

“A ideia aqui não é expor ninguém, porque acho que cada pessoa está em seu caminho evolutivo, e provavelmente ele vai encontrar o caminho dele para corrigir os erros do passado. Eu, pessoalmente, perdoei“, explicou Rafa sem citar o nome do diretor.

Em seguida, a apresentadora relatou uma das experiências ruins: “Na época eu tinha 32 anos, já era mãe. Nunca ninguém tinha gritado comigo daquela maneira. Gritado de aparecer veia. Nem a minha mãe, nem meu pai, ninguém. Não sou uma pessoa bélica, resolvo conversando. Ele gritava porque eu falei que ia fazer um curso de clown, de palhaço, no fim de semana”.

Na segunda ocasião, a ex-global chegou a contar com o apoio de diversas colegas de trabalho. “Quem me acolheu foram as camareiras e as meninas do teatro, foram umas fofas. Eu tremia. Nessa segunda vez já tinha um grupo de mulheres no WhatsApp, diretoras, atrizes, cenógrafas, camareiras“, relatou.

Inclusive, Brites citou o nome de atrizes famosas, como Taís Araújo e Patrícia Pillar, que apoiaram durante o processo. “É importante a gente ter essa rede apoiando, porque às vezes você fala assim: ‘Meu Deus, eu vou falar e vão me mandar embora, porque não vão acreditar no que estou falando’, e por isso muitas pessoas não denunciam. Foi muito especial ter essas mulheres do meu lado”.

A gente escuta cada história de antigamente da Globo, por exemplo, que hoje são coisas que não cabem mais. A tolerância é mínima para esse tipo de coisa. A gente viu o caso da Dani Calabresa e várias outras coisas, a empresa realmente mudou“, comentou.

Por fim, Rafa Brites mandou um recado a seu ex-diretor: “Espero que essa pessoa cresça como indivíduo, aprenda a respeitar os outros, se comunicar, faça seu trabalho de autoconhecimento. A pessoa que está muito agressiva deve estar com muito problema”.

Elson BarbosaElson Barbosa
Jornalista, especialista em Comunicação Organizacional, apaixonado por café, crônicas e um bom papo. Encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo.
Veja mais ›