Rafa Kalimann abre o coração e desabafa sobre boatos de romance com diretor

Rafa Kalimann
Rafa Kalimann falou sobre ser muito testada por ser mulher (Imagem: Reprodução / Instagram)

Vítima recentemente de boatos de que estaria se envolvendo com um diretor casado da Globo, Rafa Kalimann fez um desabafo e uma reflexão importante sobre como essa notícia se espalhou com força pelo fato dela ser mulher.

Durante sua participação no programa de Celio Ashcar Jr., no YouTube, a influenciadora digital disse: “Fui colocada em dúvida, questionada e julgada muitas vezes. Pouco tempo atrás, por exemplo, pela renovação de contrato que tive com a Rede Globo, inventaram que eu estava tendo um caso com um diretor casado”.

“Então, desmerecem a nós como mulheres, tiram o mérito do esforço do meu trabalho e sempre dão a um homem. A nossa luta é justamente para estar junto, a intenção não é estar além ou acima. É caminhar juntos. São direitos iguais“, frisou.

Na sequência, a ex-BBB ainda pontuou que sempre esteve preparada para enfrentar os desafios. “O começo da carreira foi muito difícil, viver sozinha em São Paulo, mas não desisti, continuei lutando”, lembrou.

“Se eu fosse homem, seria menos testada. Em todas as áreas da nossa sociedade, somos colocadas à prova muito mais, testada muito mais, mas dentro da minha profissão, encarei isso como algo que já fazia parte“, completou.

Vítima de muitos ataques de ódio nas redes sociais, Rafa Kalimann também teve que aprender a lidar com isso. Ao ver uma reportagem no Fantástico sobre os haters, a famosa desabafou:

“Finalmente matérias como essa do Fantástico mostrando a gravidade dos haters na internet. Não normalizem a maldade escancarada que virou diversão pra muitos aqui. Doeu ler aqueles comentários ali, mas eles são diários, contínuos e vários deles eu nem consigo entender o contexto, é só pelo prazer de quem escreve. Hater é um dos nossos maiores retrocessos”.

“Já chorei sem conseguir me controlar, foram inúmeras crises de pânico, vontade de desistir, desespero e medo. Já li que eu era ‘digna de morrer’ por dar bom dia. Já descontextualizaram situações, mentiram, distorceram, tudo pra aumentar o hate, pra que mais pessoas o jogassem“, continuou.

Eu já me calei diante de muita mentira e de muita ofensa pra não ser mais ofendida ainda porque se defender ou desmentir algo (acreditem) aumenta ainda mais. Já foi ‘hypado’ falar mal de mim assim como acontece com muitas outras pessoas públicas, e nem adianta falar que isso não existe porque sabemos que sim! Gera like o comentário mais ofensivo, engaja mais e isso fica sem freio, sem pensar em quem está lendo”, disse.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›