Raul Gazolla surpreende e revela desejo de “mastigar” assassino de Daniella Perez

Raul Gazolla
Raul Gazolla falou sobre a morte de Daniella Perez (Imagem: Reprodução / Instagram)

Raul Gazolla voltou a relembrar da morte da atriz Daniella Perez, com quem foi casado. Em entrevista ao podcast Papagaio Falante, o ator declarou que, 30 anos após o assassinato da artista, é “impossível superar essa perda”.

Em 1992, a filha da novelista Glória Perez foi assassinada, aos 22 anos, por Guilherme de Pádua, seu par romântico na novela De Corpo e Alma, e a atriz Paula Thomaz. Hoje, o acusado é pastor de uma igreja evangélica em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Raul Gazolla, então, garantiu que, desde a saída do ex-ator da cadeia, sempre reza para não encontrá-lo na rua.

Veja Também

“A gente supera uma morte por acidente, uma morte por doença, a gente suporta uma morte de um ente querido. Mas quando é assassinato… Eu posso conviver com isso, mas superar é outra coisa”, disparou o famoso.

Ele, então, revelou: “Depois que eu soube que tinha sido ele (o Guilherme de Pádua, responsável pela morte), meu desejo era me tornar um canibal e mastigá-lo. Sempre rezo para não encontrá-lo”.

“Não dá para viver isso e ficar normal. Pensei assim: ou eu viro um psicopata e vou buscar vingança, ou eu me torno um monge. Graças a Deus, não aconteceu nem uma coisa nem outra, porque tive muito apoio da minha família e dos meus amigos“, comentou ainda.

Gazolla lembrou que Marcos Frota foi uma das pessoas que mais esteve ao seu lado para enfrentar o trauma vivido na época. Nesse período, o ator declarou ficou sem saber o próprio nome durante um ano.

“Sem amigos e sem família, você não é nada nessa vida. Para mim foi muito doído. É doído até hoje. Atribuo todos os infartos que tive às dores que tive no passado, e que mais tarde o corpo cobra essa fatura. Meu primeiro infarto foi com 54, e o último foi com 66. Não faria nada que desabonasse a minha conduta, mas o que eu desejo para ele (os assassinos) é que o universo faça o que tiver que ser feito para que eles cumpram o pagamento que eles têm que pagar”, desabafou, emocionado.

Raul Gazolla revela condição que Juliana Paes impôs para ele

No programa, o ator revelou que tentou viver um affair com Juliana Paes durante os bastidores de O Clone, mas recebeu uma recusa por parte da atriz.

“Nunca me relacionei com nenhuma atriz que beijei na novela. Em O Clone, eu tive um relacionamento com as personagens de Cristiane Oliveira, Vera Fischer, Thaís Fersoza, Eliane Giardini e Juliana Paes”, iniciou.

“Me lembro que tinha eu e um colega de trabalho, que eu não posso falar o nome, que é o Marcelo Novaes. A gente passava a novela inteira, e a Juliana falava: ‘eu não vou ficar com vocês nunca’”, relembrou.

“Ela não era casada, a gente também não era, vamos deixar isso claro. Estávamos os três solteiros. E ela dizia assim: ‘Eu adoro vocês, mas não’. E eu ficava naquela insistência, e ela dizia: ‘Para, Gazolla!’”, relatou em seguida o artista.

Ele contou que, após muita insistência, Juliana topou ficar com ele, mas com a condição de que ele não contasse para ninguém:

“Aí um dia ela falou assim: ‘Está bom! Eu fico com você com uma condição: não conta pra ninguém’. Ai eu não quis. Como vou ficar com a Juliana Paes e não poder contar pra ninguém? [risos]. Ela é uma das atrizes mais adoráveis que eu já conheci”.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›