Record é detonada e acusada de racismo após atitude contra Beyoncé

Record
Record é acusada de racismo após atitude contra Beyoncé (Imagem: Reprodução/ Instagram)

A Record está sendo criticada, nesta quarta-feira (6), nas redes sociais por causa de uma atitude polêmica no Fala Que Eu Te Escuto. O programa religioso exibido nas madrugadas associou Beyoncé à “magia negra”.

Tudo aconteceu quando a atração exibiu uma repotagem falando sobre o caso da cantora com sua ex-baterista Kimberly Thompson. Em 2019, a baterista foi à Justiça afirmando que diva pop praticou bruxaria contra ela e a acusou de ter matado o seu gatinho.

A matéria usou a situação como exemplo para falar sobre bruxaria e “magia negra”, colocadas na matéria como práticas sobrenaturais que causam mal às pessoas.

Inclusive, enquanto fazia a associação, o Fala Que Eu Te Escuto utilizou cenas de Black Is King, filme em que a cantora norte-americana exalta a cultura negra. Nas redes sociais, a reportagem do programa religioso foi considerada racista.

“Tremenda IRREPOSABILIDADE, já que tem vários telespectadores que podem achar que de fato é isto. Beyoncé está falando sobre a cultura AFRICANA. Além de desinformados, são racistas e intolerantes religioso”, comentou um internauta.

Outro internauta salientou: “Em pleno 2021, um canal de concessão pública apresenta uma matéria que demoniza as culturas africanas, acusando Beyoncé de praticar ‘magia negra’, e dizendo que esse termo significa a prática sobrenatural para o mal. Não tem outro nome se não racismo”.

Confira a repercussão:

Fábio AlmeidaFábio Almeida
Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›