Reprise do Show da Virada dá mesma audiência que exibição original

Show da Virada
Iza no palco do Show da Virada; reprise de espetáculo exibido originalmente na virada de 2019 para 2020 assegura boa audiência para a Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

A pandemia de coronavírus atrapalhou os planos da Globo quanto ao Show da Virada. Após o cancelamento das apresentações de Gusttavo Lima e Ivete Sangalo em Salvador, Bahia, a emissora se viu obrigada a recorrer ao espetáculo produzido para o ano passado – com a mesma Ivete e outros artistas, como Dilsinho, Iza, Jota Quest, Luan Santana e Wesley Safadão. A audiência reagiu bem.

Na quinta-feira (31), entre 22h45 e 23h55, a reprise do Show da Virada acumulou 13,5 pontos, 18,5 de pico e 35,1% de participação no número de televisores ligados (share). Na transição de 2019 para 2020, o especial atingiu 13,6 de média. De 0h02 à 0h49, o espetáculo alcançou 12,3 pontos, 14,8 de pico e 35,7% de share. Ano passado, 12,4 de média.

A tradicional cobertura jornalística, com queimas de fogos Brasil afora, anotou 14 pontos, 14,6 de pico e 38% de share, entre 23h55 e 0h02. De 2019 para 2020, então com praticamente 15 minutos de duração, 16,1 de média.

Cabe destacar ainda o desempenho da linha de shows da Globo na sexta-feira (1°) e no sábado (2). O Festival Ano Novo amealhou 13,4 pontos, 25 de pico e 28,3% de share, das 22h34 à 0h15. Em cartaz, Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral (2018).

No sábado, o Altas Horas angariou 15,6 pontos, 28,8 de pico e 28,7% de share, entre 22h19 e 0h02. Serginho Groisman recebeu os cantores Pablo e Joelma, além da ex-BBB Gleici Damasceno. O apresentador também bateu papo com Fábio Jr e Lilia Cabral – ao lado de sua filha, Giulia Bertoli –, por chamadas de vídeo. O programa agora é exibido logo após A Força do Querer (2017).

Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog "Vivo no Viva", repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›