Revoltado com Ricardo Salles, Marcelo Adnet xinga o Governo Bolsonaro

Marcelo Adnet xinga governo após decisão de Ricardo Salles (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Marcelo Adnet mostrou sua indignação sobre o ministro Ricardo Salles no Twitter na tarde da última segunda-feira (28). O comediante xingou o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após Ministério do Meio Ambiente ter aprovado a extinção de regras ambientais.

“Canalhas”, esbravejou o contratado da Globo na rede social. O famoso foi mais um de uma lista de milhares de internautas que repudiaram a decisão do governo. As regras extintas pelo ministério protegiam manguezais e restingas.

Ontem, quatro resoluções que tratavam de preservação ambiental foram derrubadas. A polêmica foi durante a 135ª reunião do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). Duas delas restringiam o desmatamento e a ocupação em áreas de preservação ambiental de vegetação nativa, como restingas e manguezais. As regras valiam desde março de 2002.

Além do fim das restrições, Salles liberou a queima de lixo tóxico em fornos usados para a produção de cimento. O Conama é o principal órgão consultivo do Ministério do Meio Ambiente e é responsável por estabelecer critérios para licenciamento e normas ambientais para o controle e a manutenção do setor.

Revoltado com a situação, Adnet compartilhou o desabafo do jornalista Flavio Fachel, do Bom Dia RJ. Para ele, o que o governo fez “tem a força de centenas de crimes ambientais ao mesmo tempo”, e acrescentou: “É uma vergonha o que aconteceu no Conama, pelas mãos de Ricardo Salles”.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›