Roberta Miranda manda a real e fala sobre sexualidade

Roberta Miranda
Roberta Miranda ainda falou sobre sua volta aos palcos (Imagem: Reprodução / Instagram)

Apesar dos anos de carreira e de exposição, Roberta Miranda preferiu nunca falar sobre sua sexualidade. Misteriosa e discreta, a cantora afirmou que só irá falar sobre sua orientação sexual quando tiver vontade.

“As pessoas especulam mesmo, principalmente hoje. Se veem você sozinha ou um homem sem uma mulher ele já é ‘não sei o quê’. Se a mulher está sem homem já é ‘não sei o quê’ também”, disse a famosa, em conversa com a revista Quem.

Na realidade, eles não sabem nem o que falar, porque, com os advogados do diabo da rede social, não adianta nem falar porque poucos entendem. Então minha vida particular depende de mim e fica comigo”, garantiu Miranda, que afirmou:

“No dia que quiser falar, falo. Ninguém sabe se sou assexuada, bi ou tri. Ninguém sabe da minha verdade, só eu. No dia em que achar que devo falar, falo”.

Na conversa, a cantora também falou sobre seu retorno aos palcos após quase dois anos afastada por causa da pandemia da Covid-19. Sobre o que o público pode esperar, a artista declarou:

Pode esperar algo que eles não viram ainda nos meus 35 anos de carreira. É óbvio que não podemos tirar músicas como ‘Majestade, o Sabiá’. Mas esse show [My Life] me surpreendeu também”.

“Meu diretor, Jorge Farjalla, fez como se fosse uma linha do tempo contando minha história desde quando trabalhei como crooner em São Paulo, passando pela compositora até ser consagrada pelo povo como a ‘rainha da música sertaneja‘”, continuou.

Animada para a volta, Roberta Miranda disse ainda: “A expectativa para receber o público está muito grande. Espero em Deus segurar as lágrimas porque, claro, só Deus… Aqueles rostinhos [do público] calam fundo, me batem com emoção. O aplauso é meu combustível e o meu fã, meu oxigênio. Tenho certeza que terei fôlego para viver muitos e muitos anos com eles”.

“O show é uma história cantada. O diretor Jorge Farjalla é de uma sensibilidade incrível, ele captou isso e falou: ‘não vou fazer só um show natural como todo mundo conhece há 35 anos, com luzes, câmera, ação, muito led’. Ele foi na essência, buscar a crooner, depois a que se fez compositora até ser consagrada pelo povo como a rainha da música sertaneja”, explicou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›