SBT troca “Poder em Foco” por série sobre criminosos famosos

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá
Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, assassinos de Isabella Nardoni, em “O Crime Não Compensa”, do SBT (Imagem: Reprodução / SBT)

A primeira novidade do SBT para 2018 vem direto da Netflix! Trata-se da série “Investigação Criminal”, produzida pela Medialand, rebatizada, pelo canal de Silvio Santos, como “O Crime Não Compensa”. As chamadas da produção já estão no ar; a estreia está prevista para o dia 6, logo após o “Programa Silvio Santos”, no horário hoje ocupado pelo “Poder em Foco” – que será extinto.

A atração, que segue no catálogo da Netflix, refaz o passo-a-passo da investigação de crimes que chocaram o Brasil, a partir dos depoimentos de delegados, legistas e peritos. Em foco, casos como o da menina Isabella Nardoni, atirada da janela do sexto andar de um prédio pelo pai, Alexandre, e pela madrasta, Anna Carolina; e o de Suzane Von Richthofen, que articulou o assassinato de seus pais.

Ainda, a morte de Mércia Nakashima, vítima do ex-companheiro Mizael Bispo; o sequestro de Ives Ota, de apenas oito anos, morto ao reconhecer os bandidos; e a investida criminosa do médico Farah Jorge Farah contra uma paciente – com a consequente remoção cirúrgica, feita por ele, de tecidos que permitissem a identificação da vítima.

A Medialand, dos sócios Beto Ribeiro e Carla Albuquerque – ambos membros da Academia Internacional de Televisão (Emmy) – se notabilizou com conteúdos do tipo, a partir da produção do reality “Operação de Risco”, da RedeTV!. O SBT também já se dedicou a programas do gênero, como o importado “Emergência 911”, que cobria acidentes domésticos e desastres naturais.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›