Sem Como Será? e jornal em rede, Globo estica É de Casa

Como Será É de Casa
Com o fim do Como Será?, É de Casa ganha mais tempo (Imagem: Divulgação / Globo)

NOTA DA REDAÇÃO: Este texto foi atualizado

A coluna desfaz agora, um dos principais mistérios relacionados à programação da Globo. Desde que a emissora confirmou a extinção do Como Será?, muito se especulou sobre o projeto que ocuparia a faixa. Abaixo, antecipamos as mudanças que passam a valer a partir de sábado, 04 de abril.

Para preencher a lacuna deixada pelo educativo, a emissora escalou uma reprise do Pequenas Empresas, Grandes Negócios. Original da GloboNews, o Via Brasil será ampliado,  das 6h50 as 8h30.

A atração de Renata Capucci terá duas versões: uma mais compacta, para as praças que exibem programação local. e outra mais extensa, para as emissoras que acompanham a programação de rede.

Na sequência, o É de Casa também ganha mais tempo e passa a começar às 8h30. A atração vem encontrando o seu caminho, mas ainda é criticada por parte dos telespectadores.

Como Será?

EPTV
EPTV vazou nova grade de sábado (Imagem: Reprodução)

A nova grade foi antecipada pela EPTV, afiliada da Globo que cobre parte do interior de São Paulo e Sul de Minas Gerais. A Globo, via assessoria, admitiu a esta coluna que o matinal comandado por Ana Furtado, Cissa Guimarães e companhia será esticado.

Na tarde desta quinta-feira (12), veio a confirmação que faltava: as emissoras sem programação local continuarão assistindo ao Via Brasil, em uma edição mais extensa.

Veja como fica:

Pequenas Empresas, Grandes Negócios (reprise) às 06h15

Via Brasil das 06h50 às 07h30

Faixa Local (mais cedo), às 07h30 (para afiliadas com conteúdo próprio) ou Via Brasil / Continuação (Demais Mercados)

É de Casa, em novo horário, às 08h30

Sem jornal de rede

É de Casa
Fim do Como Será? desencadeia mudanças na grade (Imagem: Divulgação / Globo)

A notícia de que o Como Será? seria descontinuado foi anunciada pela Globo no fim do ano passado. Desde então, o matinal de Sandra Annenberg tem mesclado conteúdo inédito com uma seleção de suas melhores reportagens.

Quem acompanha os sites de televisão, deve se lembrar que muitos colunistas apostaram  no investimento em jornalismo nas manhãs de sábado. Chegou-se a especular que o Bom Dia Brasil poderia ganhar uma edição extra, comandada por talentos vindos das afiliadas.

Consultada, a emissora negou que essa ideia tenha sido cogitada. “Não existia essa previsão. Até porque algumas praças já têm uma edição do Bom Dia local no horário optativo das manhãs de sábado, antes do É de Casa”.

Outra hipótese levantada foi a obrigatoriedade do Bom Dia Sábado para todas as emissoras. Cada uma delas, obviamente, produziria sua própria versão do jornalístico. Atualmente, o informativo é exibido apenas em algumas praças. Agora, se percebe que as duas possibilidades, se realmente cogitadas, não foram levadas adiante.

Mais programação local

Destemperados na TV
Destemperados na TV é destaque na RBS (Imagem: Caroline Silveira)

Considerando também a faixa da tarde, diversas afiliadas espalhadas pelo Brasil estão investindo em novos programas locais. Já contamos aqui que a TV TEM vai resgatar o De Ponta a Ponta. O primeiro programa vai ao ar neste sábado, 14, cancelando definitivamente O Melhor da Escolinha na região.

Também no interior de São Paulo, a TV Fronteira, cuja sede fica em Presidente Prudente, prepara o lançamento de Amado Esporte. A proposta da atração é mostrar o cotidiano de esportistas amadores.

Finalmente, a RBS, que cobre o Rio Grande do Sul, lançou, em fevereiro, Destemperados na TV. Em quatro episódios de dar água na boca, os caçadores de experiências gastronômicas, Lela Zaniol e Diogo Carvalho, experimentam o melhor da culinária e dividem as descobertas com os telespectadores.

A multiplataforma Destemperados foi criada em 2007, e em 2014 a marca virou parceira do Grupo RBS, compartilhando sabores também no jornal Zero Hora. Em 2018, foi aberta a Casa Destemperados, com a proposta de transformar o espaço em um palco gastronômico. Agora, eles chegam à televisão mostrando que gastronomia não precisa ser complicada.

“Até então as pessoas buscavam o conteúdo do Destemperados. Agora a gente se deu o luxo de invadir a casa das pessoas sem elas nos procurarem”, conta Diogo, contente com a chegada da marca na televisão.

MAIS LIDAS

Piero Vergílio
Piero Vergílio é jornalista profissional desde 2006. Já trabalhou em revistas de entretenimento no interior de SP e teve passagens pelo próprio RD1. Em tempos de redes sociais, criou um perfil (@jornalistavetv) para comentar TV pelo Twitter e interagir com outros fãs do veículo. Agora, volta ao RD1 com a missão de publicar novidades sobre a programação sem o limite de 280 caracteres.
Veja mais ›