Sérgio Guizé fala da volta ao trabalho depois da pandemia e revela trauma de família

Sérgio Guizé
Sérgio Guizé fala da volta ao trabalho depois da pandemia e revela trauma de família (Imagem: Divulgação / Globo)

A pandemia da Covid-19 se instalou no Brasil em março de 2020 e ainda se faz presente, só que num ritmo desacelerado após o avanço da vacinação. Sérgio Guizé voltou ao trabalho em Verdades Secretas 2, falou sobre a experiência “nova” e ainda citou um trauma de sua família.

Para viver a trama de Walcyr Carrasco, o ator deixou o isolamento de sua chácara em Indaiatuba, no interior de São Paulo, onde mora com a esposa, Bianca Bin. Em entrevista a Patrícia Kogut, do jornal O Globo, o intérprete de Ariel desabafou sobre esse retorno:

Tem quase seis meses que estou no Rio. Num primeiro momento, foi assustador de verdade. Fazia tempo que eu não via tanta gente. Isso, psicologicamente, não é fácil. Mas a gente confia. Nesses anos todos trabalhando na Globo, sempre fui muito bem amparado. Então, isso me dava um alívio. Sabia que não estava indo para uma roubada, sabia que tinha um porto seguro”.

Guizé lembrou da morte de André Ceccato, colega de profissão, e relembrou o drama que viveu com a irmã, que foi internada às pressas por causa do coronavírus, mas com o detalhe da gestação de 8 meses:

Valentina [sobrinha] é uma guerreira. Nadja [irmã] teve um parto às pressas. Ela foi intubada. Como o marido dela estava com Covid também, eu que acompanhei o parto. Minha [também] afilhada é linda, não dá nem para acreditar. Ela vai fazer 11 meses. Foi uma das piores coisas que me aconteceram e também uma das melhores. A gente acaba ficando mais forte depois disso”.

Agora comentando a segunda temporada de Verdades Secretas, o marido de Bianca Bin falou do personagem Ariel, um dono de boate ambicioso, que colocou a vida da mulher, Laila (Erika Januza), em risco, ao não perceber que ela anda exagerando nos remédios para emagrecer, recomendado por Blanche (Maria de Medeiros):

Ele fica muito revoltado depois que descobre a verdade. Vai querer vingança. Ele tem ambição, quer se dar bem e, por isso, acaba tropeçando. Não consigo ver como mocinho ou bandido. É um ser complexo, que tem falhas. Ao meu ver, ele deixa muito claro que quer ter uma família com a mulher que ama e um negócio rentável. Mas nunca pensando no mal ou tentando passar por cima de alguém, que é o que acho que caracteriza a vilania”.

Por fim, Sérgio Guizé contou que teve que perder 10 quilos para o papel e pontuou sobre a dificuldade de deixar a energia pesada da figura que ele dá vida:

Demorei um pouquinho para poder limpar isso. Tem atuação que toca tanto que você vai buscar num lugar muito difícil. É uma trama muito difícil, triste. Um casal jovem com uma grande possibilidade que, por conta de escolhas erradas, vive uma grande tragédia. A gente conseguiu chegar a lugares que eu pensei que não pudesse chegar, de dor, de culpa. Porque o personagem lida muito com a culpa”.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›