STF toma atitude contra deputado que detonou Ludmilla

Ludmilla
Ludmilla teve vitória em cima de deputado (Imagem: Reprodução / Instagram)

O Supremo Tribunal Federal decidiu notificar o deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL-MG) na queixa-crime apresentada por Ludmilla. O motivo? O político fez uma postagem em que a chamou de garota-propaganda do tráfico de drogas.

Segundo informações do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o caso está nas mãos do ministro Luís Roberto Barroso. Amaral afirmou que ainda não tomou conhecimento da citação, mas que o caso é “natimorto”: “Não estou preocupado. Não vou perder um minuto com essa besteira”.

Numa publicação no Twitter, o parlamentar detonou o hit Verdinha, em que, num dos trechos, afirma: “Tô vendendo a grama da verdinha a um real/Eu fiz um pé lá no meu quintal/A minha vó já perguntou/Que plantinha é essa meu amor”.

Junio Amaral, então, alegou que a letra faz “clara apologia à pratica de condutas criminosas” e chamou Ludmilla de “garota-propaganda do tráfico”. O deputado federal ainda questionou se a cantora teria “participação nos lucros”.

Na época, então, Lud entrou, inicialmente, com a queixa-crime no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). O caso, porém, foi levado ao STF após o juiz Mário José de Assis Pegado, do 3º Juizado Especial Criminal de Brasília, entender que a conduta foi feita por um deputado “no curso do exercício do mandato”.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.