Taís Araújo é detonada por pastor nas redes sociais após criticar Bolsonaro

Taís Araújo e Marco Feliciano
Taís Araújo é detonada por pastor nas redes sociais (Imagem: Reprodução – Instagram – Twitter / Montagem – RD1)

Preparando-se para o lançamento do filme Medida Provisória, Taís Araújo acabou se envolvendo em uma polêmica. Parece que os bolsonaristas não gostaram nem um pouco de uma entrevista da atriz, que aproveitou o momento para criticar o governo de Jair Bolsonaro.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Durante a pré-estreia do novo filme, que tem direção de Lázaro Ramos, seu marido, a atriz deu uma entrevista a avaliou a situação política do país. Provando que a democracia do país está passando por um momento trágico, a artista foi detonada por falar o que pensa.

“Não foram quatro anos difíceis, foram quatro anos infernais! Foram 4 anos de pesadelo! Foram 4 anos de desrespeito!”, desabafou Taís Araújo. Porém, uma dessas pessoas que não gostaram da atitude da artista foi o pastor Marco Feliciano.

publicidade

Veja Também

Taís Araújo é alfinetada por Marco Feliciano e outros na web

O religioso conhecido por defender com unhas e dentes o presidente, já que é um dos aliados dele na bancada evangélica, ficou incomodado. De acordo com o que ele pensa, a atriz não pode falar sobre política. “Taís Araújo, continuamos gostando do seu trabalho artístico, mas para falar de política, você precisa se aprofundar um pouco mais. Seu discurso é raso e vergonhoso”, escreveu.

“Parece que para você Taís, engajamento é apenas se for contra o governo Bolsonaro, né? Taís, você esquece que faz três anos que não se tem notícias reais de corrupção no governo? E só para explicar, ‘reais’ seriam notícias comprovadas, com investigação e condenação”, diz o religioso em um vídeo.

Logo depois, Marco disse que a economia do país tem “despiorado”, que bilhões foram distribuídos como auxilio para a população e que o real se valorizou perante outras moedas. “Foram criados quase três milhões de empregos com carteira assinada”, declarou ele, afirmando que o presidente é ovacionado por onde passa no país.

E ele não foi o único a resolver defender Bolsonaro após a entrevista da atriz, já que Mário Frias e alguns outros empresários também se pronunciaram.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Henrique CarlosHenrique Carlos
Apaixonado por televisão e cinema, desde 2009 trabalha com internet. Já passou por grandes veículos de comunicação e teve experiência no rádio. Atualmente estuda para continuar crescendo na área e pode ser acompanhado através do perfil @henriquethe2 no Twitter.