Teleton 2021 agrada web, mas padece na audiência

Teleton
Patricia Abravanel no encerramento do Teleton 2021; maratona televisiva promovida pelo SBT passou quase todo o tempo atrás da Record na audiência (Imagem: Reprodução / SBT)

Maratona promovida pelo SBT em prol da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), o Teleton chegou ao fim no sábado (23) em meio à boa repercussão na web. A audiência, contudo, não fez jus à festa capitaneada por nomes como Celso Portiolli e Patricia Abravanel – responsáveis pelo encerramento. Dados anotados na Grande São Paulo mostram que a campanha passou quase todo o tempo atrás da Record.

O Teleton teve início na sexta-feira (22), com os padrinhos Eliana e Daniel recebendo Maisa Silva, Pequena Lô, Pabllo Vittar e Sergio Marone. Entre 23h30 e 0h, o programa venceu a Record com 4,8 pontos, 5,6 de pico e 10,3% de participação no número de televisores ligados (share) ante 4,6. Na madrugada de sábado, de 0h à 1h52, a atração registrou 3,9 pontos, 4,6 de pico e 12,1% de share contra 2,2.

A maratona voltou ao vídeo às 14h16. O bloco vespertino, exibido até 18h06, ficou atrás da Record. Foram 3,9 pontos, 5,1 de pico e 9,5% de share diante de 4,4 da principal concorrente. A edição noturna, entre 18h06 e 0h, marcou 4,4 pontos, 5,6 de pico e 8,3% de share frente 6,3 da então vice-líder. Tal período destacou a performance de Portiolli como Joelma, com direito à peruca para “bater cabelo”.

Na virada para o domingo (24), com a meta de arrecadação batida – R$ 30 milhões – e a diversão de Celso, Patricia, Simone e Simaria, o Teleton garantiu a segunda posição: 5,3 pontos, 5,7 de pico e 12,8% de share versus 5.

A 24ª edição do Teleton contou com participações de contratados de outros canais, como Ivete Sangalo (Globo), Sonia Abrão (RedeTV!), Ana Hickmann e Sabrina Sato (Record). Também o depoimento emocionado de Yudi Tamashiro sobre a morte do pai, vítima da Covid-19. Ainda, a estreia de Angélica na campanha beneficente, através de um depoimento por vídeo.

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›