Thalita Carauta desabafa sobre preconceitos sofridos

Thalita Carauta
Thalita Carauta participou de uma conversa com Luana Génot (Imagem: Divulgação / GNT)

Na luta contra o preconceito, Thalita Carauta conversou sobre a hipersexualização dos corpos negros com Luana Génot, no Sexta Black que foi ao ar nesta sexta-feira (20), às 20h, no YouTube do GNT.

No segundo episódio da nova temporada da atração, a publicitária, escritora, apresentadora e mestra em Relações Étnico-Raciais, que comanda o programa, frisou a importância da discussão do tema.

A gente ouve expressões como ‘mulata tipo exportação’ e ‘negão gato’ como uma forma de elogio, mas elas trazem consigo todo um peso que faz com que negros e negras não sejam vistos como corpos amáveis“, disse Luana.

No papo, além de falar sobre o assunto e como a mídia ajuda a reforçar esses estereótipos, Carauta, que atualmente está vivendo um relacionamento com a atriz Tamirys Ohanna, pontuou a importância da representatividade e de tornar pública a sua orientação sexual.

“Lembro que uma vez eu estava em uma reunião de um grupo de teatro na Lapa e as pessoas estavam falando sobre os grupos que sofriam mais violência, falando de mulheres, negros, sapatão… E eu falei: ‘caramba, eu sou tudo isso’“, recordou.

É tudo um pacote, eu não consigo desvencilhar uma coisa da outra, é um combo que chega”, declarou a famosa.

No Instagram, Thalita Carauta postou um registro da entrevista que ainda vai ao ar. Na publicação, que era uma repostagem de um conteúdo de Luana, a global aparecia afirmando: “Acho que todo mundo como eu, que sou uma negra masi clara, precisa falar sobre esse processo de capitão do mato que faz a gente acreditar que ser preto não é legal”.

Na legenda do post feito pela apresentadora, ela escreveu: “E você negre ‘mais clarinho’, quem te ensinou a querer ser branco? Quantas vezes já ouviu ‘nem é tão prete assim, seus traços nem são tão brutos e seu cabelo nem é tão duro’ e se sentiu aliviado com o suposto ‘elogio’? Quem na sua família, ou amigos que era mais preto que você, dizia que você não era negro? Mas quando achava que você tava “branco demais” dizia que você era negro sim? você ria da sua prima que tinha o cabelo ‘mais duro'”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›