Thaynara OG desabafa sobre autoimagem e reflete sobre realização de lipo

Thaynara OG relembra problemas com o corpo e se emociona (Imagem: Reprodução / Instagram)

Thaynara OG abriu o coração mais uma vez para falar sobre os problemas que enfrentou acerca da autoimagem. Durante entrevista recente ao canal Alexandrismo, a influencer relembrou os problemas que teve após realizar uma Lipo HD no início de 2020.

Ao ser questionada sobre a relação com seu corpo no verão, a maranhense revelou que nunca foi feliz consigo mesma. “Eu sempre me escondi. Sempre senti incômodo com a minha barriga“, afirmou.

A famosa ainda contou situações que provam que o problema vem de muito tempo: “Eu fazia assim: tá todo mundo na piscina, né? Ao invés de eu entrar na piscina quando todo mundo já tava lá, eu esperava alguém se distrair e eu entrava do outro lado, pra ninguém me ver“.

“Você deixa de viver por uma vergonha. E o pior: eu tinha vergonha de ter essa vergonha”, admitiu.

Para a youtuber, esse problema só poderia ser resolvido com uma cirurgia. “Pra mim, eu só seria capaz de me sentir à vontade num biquíni se eu fizesse a lipo“, disse. Além disso, ela pontuou que fama fez com que sua paranoia com o corpo só aumentasse.

Independente da gente trabalhar com isso, a gente tá na internet. O seu subconsciente já fica automaticamente se comparando, você se sabota. E quando você trabalha e está exposta assim na internet, você fica muito preso na opinião das pessoas. Você parece que se obriga a ser perfeita“, desabafou Thaynara OG.

Na oportunidade, a artista relembrou sua experiência com a lipo: “Eu sempre tive medo de lipo, e sempre tive medo de me sentir fraca por ‘perder’ essa luta contra o padrão estético“, comentou.

Ela se emocionou novamente ao lembrar das consequências de sua decisão na vida de seus familiares: “Fiquei presa numa maca, fiquei com muita dor, e minha família passando mal vendo aquilo… e eu me sentindo uma merd* por estar super vulnerável por uma decisão minha”, desabafou Thay, segurando o choro.

A ainda lembrou que logo após ser liberada da UTI, viu no jornal o início da quarentena e se sentiu ainda mais culpada. “Eu sabia que minha recuperação dependeria das drenagens, eu estaria exposta sempre saindo de casa”, disse ela, e completou: “É uma agressão não só ao seu corpo, mas também à sua cabeça“.

Confira:

 

Elson BarbosaElson Barbosa
Jornalista, especialista em Comunicação Organizacional, apaixonado por café, crônicas e um bom papo. Encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo.
Veja mais ›