Thiago Fragoso revela angústia após período sem trabalhar

Thiago Fragoso
Thiago Fragoso interpreta o Alan em Salve-se Quem Puder (Imagem: Divulgação / Globo)

No ar como Alan, em Salve-se Quem Puder, Thiago Fragoso, assim como várias pessoas, tiveram que ficar um tempo longe de seus trabalhos. Agora, com o início da exibição de capítulos inéditos da trama, o ator lembrou do retorno aos Estúdios Globo entre os meses de agosto e dezembro do ano passado.

Grande amante do que faz, Thiago confessou que não foi fácil o período que teve que ficar sem gravar: “Fico muito agoniado quando fico sem trabalhar. Eu amo trabalhar e não gravar me deixa muito angustiado. A gente foi pego de surpresa pela pandemia. Quando fomos chamados para retomar, fiquei com receio”.

Na sequência, o global explicou os medos que sentia na ocasião: “Fiquei com receio por dois aspectos. Primeiro porque a gente estava fazendo um protocolo surpreendentemente novo, feito especialmente para nossa volta, mas ainda não sabia se iria funcionar”.

“Depois, porque não sabia qual seria o ritmo de gravações. Mas fui surpreendido dos dois lados porque o protocolo realmente nos deixou muito seguros, e também porque a gente conseguiu cumprir o cronograma. Era raro ter uma cena que a gente não conseguisse concluir [no dia estipulado]. Foi um trabalho de equipe, todos remando juntos“, lembrou.

Depois de tanto tempo sem atuar, o ator teve que “reencontrar” seu personagem. “O Alan não era um personagem de grande composição. Inclusive, meu próprio método de trabalho é um método de contaminação. Ao chegar no local, ver aqueles cenários, vestir o figurino, encontrar colegas e ler o texto do Daniel [Ortiz, autor da novela], o Alan já voltou automaticamente. O processo de ensaio antes de ir para o estúdio mudou. Eu e a Ju [Juliana Paiva], por exemplo, ficávamos batendo o texto de porta a porta, cada um em seu camarim”.

Quando questionado se temeu que o trabalho não tivesse uma conclusão, Thiago Fragoso abriu o coração: “A gente estava amparado por uma capacidade de produção da TV Globo e isso fez toda a diferença. Já fiz cinema com a Carla Camurati e quando a filmagem para no meio ninguém sabe se vai voltar, se será retomado um dia. Cinema dá esse desespero de voltar ou não voltar. Teatro, quando você interrompe, não tem como saber se vai voltar. Na TV Globo, essa dúvida eu não tive”.

“Sabia que as novelas iriam voltar – só não sabia quando, nem como. A grade de programação da Globo é sagrada. Então, não imaginei que fosse parar. Já vi novela sendo encurtada, esticada, mas paralisada e retomada é a primeira vez. Foi um susto forte”, concluiu.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›