Taís Araújo citou episódios recentes de racismo e reforçou necessidade de combate ao crime (Imagem: Divulgação / Globo)

Uma das vozes mais atuantes no combate ao racismo, Taís Araújo se manifestou nesta terça-feira (3) a respeito de episódios recentes sobre o crime, envolvendo, por exemplo, o youtuber Júlio Cocielo e um portal de notícias.

Um torcedor brasileiro é chamado de macaco. Um youtuber faz comentários racistas. Uma menina tem seus cabelos alisados contra sua vontade. Um portal de notícias cria uma manchete racista e sexista. Tudo isso só nas últimas horas. Todo dia a gente precisa combater o racismo”, escreveu Taís em sua conta oficial no Twitter.

O caso do torcedor ao qual Araújo se refere diz respeito ao escritor Raiam Santos, para quem um mexicano imitou um macaco, durante o embate Brasil x México pelas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. Já o da menina ocorreu em Minas Gerais: uma criança de 8 anos teve os cabelos cortados e alisados pela madrasta, sem o consentimento da mãe.

A publicação de Taís Araújo já conta com 4,5 mil retweets e 11 mil curtidas. A atriz complementou o texto com outro tweet: “E hoje é o dia de reafirmar isso. Sigamos! #RacismoéCrime #DiaNacionaldeCombateaDiscriminaçãoRacial”.

Saiba Mais:

Brasileiros não perdoam pisão em Neymar e “invadem” Instagram de mexicano

Jojo Todynho desabafa sobre críticas na internet: “Muito mimimi”

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!