Walcyr Carrasco compara bolsonarista com sociopata e público vê indireta para atriz

Walcyr Carrasco
Walcyr Carrasco escreveu A Dona do Pedaço (Imagem: Reprodução / Globoplay)

Enquanto Juliana Paes gravou um vídeo dizendo não ser conivente com o Governo Bolsonaro, o autor Walcyr Carrasco soltou o verbo no Instagram e o público viu a mensagem como uma indireta para a atriz.

Juliana protagonizou novelas como Gabriela (2012) e A Dona do Pedaço (2019), ambas de Walcyr, mas ele fez questão de criticar o atual governo, coisa que a atriz se recusou a fazer, e ainda detonou os apoiadores.

“Tem o sociopata, o psicopata e o bolsopata. Uma nova categoria”, disparou o novelista. Nos comentários, o público fez questão de citar a atriz. “É isso! Que terror!”, concordou a diretora Amora Mautner.

“Me representa”, disparou a atriz Elizabeth Savala. “O bolo da Maria da Paz solou, Walcyr?”, questionou uma pessoa, em indireta para o papel de Juliana Paes na última novela do autor na Globo.

Vale lembrar que o vídeo publicado por Juliana, segundo o colunista Leo Dias, foi direcionada à uma colega de profissão, Samantha Schmütz.

Pouco tempo depois da publicação, que repercutiu em toda a internet, a comediante fez questão de mandar um recado bem direcionado nos Stories do seu perfil no Instagram, confirmando, assim, que era o alvo de Juliana.

No vídeo, a veterana disse que “não apoia os ideais da direita nem os delírios comunistas da extrema esquerda” e, na resposta de Samantha, foi dito que “não existe nenhuma ‘extrema esquerda’ atuando com poder relevante no Brasil”.

“Não é obrigação de nenhum artista ou de qualquer cidadão ter uma posição política pública! Mas é bem vindo aquele que quando resolve se pronunciar, entenda minimamente sobre o que escolheu colocar em pauta”, disparou.

“Quem fala ‘comunismo’ em qualquer contexto político deste país, não sabe do que se trata o Comunismo e nem o Brasil”, disse ainda.

Dias antes, ela acusou, de modo geral, artistas que não se pronunciam: “Gente, quem não tá falando, não é porque tá em cima do muro. É porque tá do outro lado do muro mesmo, o lado que dá vergonha de estar. Por isso silencia”.

Juliana, em sua resposta, disparou:

“Cara colega, apesar de eu ter sido agredida por suas palavras caluniosas, de ter sido invadida pela sua mensagem, de ter sido acusada de ser covarde, desonesta, criminosa, eu vou te responder por todas as cenas que eu me emocionei do seu lado.

Eu discordo de você sobre a minha posição, já falei publicamente sobre querer vacinas, mas eu não vou fazer isso todos os dias. Fui a primeira a pedir que as pessoas ficassem em casa, quando você ainda nem tava tão preocupada, mas não me sinto no direito de pedir para as pessoas ficaram sem trabalhar”.

“Você critica a minha escolha de não militar, publicamente, escolhendo um dos lados políticos nesse debate todo, então deixa eu te falar sobre o que eu penso”, prosseguiu.

Posteriormente, Juliana – que causou polêmica no início da semana ao sair em defesa da doutora Nise Yamaguchi após depoimento prestado na CPI da Pandemia – negou que seja favorável ao governo de Jair Messias Bolsonaro:

“O mundo inteiro tá angustiado, tá desorientado. Aqui, no Brasil, o cenário se complica, porque todo e qualquer assunto é politizado. Eu não sou Bolsominion como o pessoal adora falar, quem não me conhece, tenho críticas severas a esse que nos governa, por outro lado não quero que governe o Brasil essa oposição que se insinua para o futuro. Então estou num ambiente onde não me sinto representada por ninguém”.

“Eu não admito ser colocada em nenhum desses dois polos. Não quero contribuir para essa polarização doentia. Não nesse momento obscuro, onde o ódio reverbera mais. Ou você é isso ou é aquilo. Isso não existe. Somos múltiplos”, afirmou.

“Nunca cedi às pressões. Eu sei quem eu sou e isso me basta. E que Deus nos ampare. Pessoas desequilibradas se expressarem de forma desrespeitosa, carregam dor. levantam bandeiras raivosas quando Ninguém é dono da verdade. Estamos todos nós exaustos. Muita raiva e militância pra reclamar e muito pouca ação, para de fato fazer a diferença”, completou Juliana.

Famosos como Rafael Cardoso, Agatha Moreira, Danni Suzuki, Eri Johnson, Marcos Palmeira e Letícia Spiller parabenizaram a artista pelo posicionamento.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›