William Bonner revela afastamento da bancada do Jornal Nacional e lamenta ausência

William Bonner
William Bonner na bancada do JN; apresentador está ausente do noticiário (Imagem: Reprodução / Globo)

William Bonner usou as redes sociais nesta quarta-feira (11) para revelar o verdadeiro motivo da sua ausência da bancada do Jornal Nacional. Em postagem, o famoso declarou que ficou abalado ao não conseguir comandar a edição de ontem (10).

O âncora contou que está com problemas na voz e segue atuando nos bastidores do noticiário como editor-chefe. “Tenho trabalhado só na edição do JN, nesta semana. A voz anda ruim. Ontem, foi mais doloroso estar assim, sem condições de apresentar”, começou.

William Bonner disse que gostaria de ter homenageado Alberico de Sousa Cruz, seu antigo chefe que faleceu nesta terça-feira. “Queria ter podido dar à família e aos tantos amigos o ar sincero de meu respeito, minha consideração e minha gratidão”, disse.

Veja Também

“Foi um chefe importante. Foi quem me fez co-chefiar um telejornal pela primeira vez, há exatos 29 anos e 40 dias. Na última vez em que o vi, no aniversário de uma das filhas, motivadoras de orgulho justo e público, vi Alberico subir degraus que me haviam alterado a respiração, a frequência cardíaca, a autoestima”, comentou.

O âncora do JN completou sobre o ex-diretor de Jornalismo da Globo: “Com mais de 2 anos de batalha contra a doença, ele subiu os mesmos degraus com uma bengala na mão direita, os olhos brilhando. E chegou com aquele sorriso dos vitoriosos. Não estava nem aí pros degraus. Tinha vitórias mais importantes e perenes de que se orgulhar”.

A morte do ex-jornalista citado por William Bonner

Alberico chegou à Globo em 1980, convidado por Armando Nogueira para ser o diretor de Jornalismo da emissora em Minas Gerais. Dois anos depois, tornou-se diretor de Telejornais Comunitários da Central Globo de Jornalismo, no Rio.

Foi dele a decisão de levar a primeira mulher à bancada do Jornal Nacional, Valéria Monteiro, que passou a apresentar o jornal nas escalas dos sábados.

O ex-diretor de Jornalismo da Globo ficou na empresa até 1995. Depois, tornou-se sócio de um canal de TV a cabo regional e comandou o jornalismo da RedeTV!, até se aposentar, em 2002.

Em 2020, Alberico de Sousa Cruz recebeu o diagnóstico de leucemia e vinha passando por tratamento. Há uma semana, foi internado na Clínica São Vicente, na zona sul do Rio, por causa de complicações da doença. Alberico deixa mulher, Regina, duas filhas, Cristiana e Janaína, e três netos.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›