Yudi Tamashiro se pronuncia após polêmica envolvendo tatuagem de Priscilla Alcântara

Yudi Tamashiro
Yudi Tamashiro se pronuncia após polêmica envolvendo tatuagem de Priscilla Alcântara (Imagem: Reprodução – Instagram – Globo / Montagem: RD1)

Yudi Tamashiro, ex-apresentador do Bom Dia & Cia, usou as redes sociais para se explicar, após falar em uma entrevista sobre a fase atual de Priscilla Alcântara, sua ex-companheira de trabalho no SBT.

O famoso, que foi alvo de críticas dos evangélicos, disse que, em nenhum momento, falou sobre a tatuagem que a cantora fez. Vale lembrar que Priscilla passou a ser alvo de ataques desde que deixou a indústria da música gospel.

“Estão falando que estou falando mal da Priscilla Alcântara. Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Ela é como se fosse minha irmã. Estão pegando uma entrevista e colocando agora que viralizou o negócio da tatuagem da Priscilla”, iniciou Yudi, que seguiu:

Veja Também

“Tenho o corpo inteiro fechado de tatuagem e vou continuar fazendo porque Deus não tocou o meu coração. Até hoje ninguém me convenceu que tatuagem é pecado”.

Yudi Tamashiro explica sua fala sobre Priscilla Alcântara

Yudi, que é evangélico, disse que a entrevista foi realizada há algum tempo, nos Estados Unidos. Ainda, o famoso contou que a fala era sobre Priscilla Alcântara ter virado uma artista global, que estava conhecendo outras pessoas, dando a entender que deveria retornar ao gospel:

“Essa entrevista foi nos Estados Unidos. Começaram a fazer várias perguntas sobre várias pessoas, não me senti confortável. Quando perguntaram da Priscilla, disse que ela viveu a mesma coisa que eu vivi na infância e adolescência e agora está em outra fase.”

“Viveu coisas diferentes de mim. Viveu coisas dentro da igreja que até hoje não vivi. Assim como eu vivi coisas no mundão e na vida louca que ela não viveu. Minha preocupação era como um irmão. Tinha medo dela se perder no meio desse caminho”, continuou o artista.

“Minha maior vontade era ela na igreja, a gente fazendo congresso, ministrando. Ela louvando e eu pregando. Ainda vejo isso”, justificou Tamashiro, que, por fim, ressaltou não ser ninguém para julgar os outros:

“Quem sou eu na fila do pão para ficar falando mal da vida dos outros, eu um pobre pecador, cheio de defeitos. Ninguém é mais crente que o outro crente. Ela está no tempo diferente. Não é por ela não estar cantando música gospel que ela não é… Ficou da hora a tatuagem, quero ver pessoalmente”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Renan Ferreira
Renan Ferreira, 21 anos, é estudante de Jornalismo e repórter do RD1. Também já escreveu para outros sites sobre entretenimento e pode ser encontrado nas redes sociais no @eurenanferreira.
Veja mais ›