7 papéis marcantes de Tarcísio Meira em 64 anos de carreira

Tarcísio Meira
Sete papéis marcantes de Tarcísio Meira em 64 anos de carreira (Imagens: Divulgação – Globo / Montagem – RD1)

Tarcísio Meira foi mais outro famoso que perdeu a luta contra a Covid-19, vindo a falecer na manhã desta quinta-feira (12), depois de um internamento de quase 1 semana, incluindo uma hemodiálise contínua e uma intubação na UTI.

Como homenagem, relembre a seguir os 7 personagens mais marcantes de sua carreira extensa e sólida, que começou em 1957, em novelas e séries da Globo.

1) João Coragem, em Irmãos Coragem

Tarcísio Meira
Tarcísio Meira em Irmãos Coragem (Imagem: Divulgação / Globo)

Em 1970, o eterno galã deixou seu nome marcado na história ao atuar em Irmãos Coragem, novela que tinha como tema a luta pela liberdade e contra a opressão, numa cidade fictícia que o garimpo era a principal atividade econômica e rendeu cenas lendárias da trama de Janete Clair.

João Coragem era um homem simples, generoso, bruto e trabalhador honesto, que depois de ser pacífico, se tornou um “fora da lei”, liderando um grupo de garimpeiros injustiçados pelo Coronel Pedro Barros. O dilema desse personagem é a paixão por Diana, filha do seu algoz, interpretada justamente por Glória Menezes, com quem se casou na vida real em 1962.

2) Antonio Dias, em Escalada

Tarcísio Meira
Tarcísio Meira em Escalada (Imagem: Divulgação / Globo)

Já no ano de 1975, veio Escalada, de Lauro César Muniz. A trama tinha o diferencial de juntar o romance com a abordagem de temas políticos e uma crítica social presente. A história de Antonio Dias — personagem de Tarcísio — um comerciante que cresceu e envelheceu como um comerciante de sucesso, trazendo elementos marcantes da história do Brasil, inclusive começando na década de 40, como o ramo de materiais de construção e a instabilidade da cafeicultura.

3) Felipe, em Guerra dos Sexos

Tarcísio Meira
Tarcísio Meira atuando em Guerra dos Sexos (Imagem: Divulgação / Globo)

Em 1983, a memorável menção à Guerra dos Sexos, que tirava um pouco o estereótipo de galã do ator, numa comédia que trouxe de forma lúdica uma “competição” entre personagens masculinos e femininos. O atrapalhado Felipe era filho de Charlô (Fernanda Montenegro) e seu único herdeiro, machista e teimoso como o tio Otávio (Paulo Autran). O bon-vivant se casava e se separava várias vezes, apesar dos desejos ardentes, pela incompatibilidade de gênios.

4) Capitão Rodrigo Cambará, em O Tempo e o Vento

Tarcísio Meira como Rodrigo Cambará, em O Tempo e o Vento (Imagem: Divulgação / Globo)

Em 1985, Tarcísio Meira encarou o desafio de viver o Capitão Rodrigo Cambará em O Tempo e o Vento, trama que trata do alvorecer da República, retratando as lutas políticas do Rio Grande do Sul. O personagem chega na terceira fase, em 1828, disputando o amor de Bibiana (Louise Cardoso), em meio à briga com a família Cambará. Seu maior objetivo era lutar até a morte, se assim fosse possível, para alargar as fronteiras do estado, se engajando na Guerra dos Farrapos.

5) Renato Villar, em Roda de Fogo

Tarcísio Meira
Tarcísio Meira em Roda de Fogo (Imagem: Divulgação / Globo)

No ano seguinte, em 1986, o marido de Glória Menezes, viveu o bonitão, charmoso, elegante e milionário Renato Villar em Roda de Fogo. O proprietário de terras e dono de empresas incontáveis, recebeu propostas para entrar na política, por causa de seu prestígio. O protagonista era um homem prático e frio na busca pelos objetivos, arrogante e orgulhoso para se autoafirmar e sedutor no contato com várias mulheres, que não se entregava. Desenvolveu uma história com Carolina (Renata Sorrah), mas só restou interesse financeiro e o apego às convenções sociais.

6) Dom Gerônimo, em A Muralha

Tarcísio Meira
Tarcísio Meira em A Muralha (Imagem: Divulgação / Globo)

Mais tarde, no ano 2000, o ator foi o grande vilão da minissérie A Muralha, que retratava a época de 1600, em que os bandeirantes buscavam terras cultiváveis, riquezas e índios para serem vendidos como escravos. Na minissérie, o dom Jerônimo escravizou Ana (Letícia Sabatella), uma comerciante que lhe foi prometida em casamento, e ao mesmo estuprava a índia Moatira (Maria Maya). Denunciou os moradores à Inquisição por supostas heresias, mandando prender quem o afrontava, além de condená-los à fogueira, que inclusive causou a própria morte, antes de ser esfaqueado.

7) Bóris, em O Beijo do Vampiro

Tarcísio Meira
Tarcísio Meira em O Beijo do Vampiro (Imagem: Divulgação / Globo)

O Beijo do Vampiro, de 2002, foi o último da lista por representar mais outra quebra de expectativas da carreira de Tarcísio, já que ele interpretava Bóris (também chamado de Igor Pivomar), um vampiro de 800 anos, poderoso e inteligente que viajava através dos séculos, com o objetivo de conseguir um descendente, já que sua raça já estava quase abolida do planeta. Além disso, não ter um filho, faria ele perder hierarquia na escala dos vampiros. O protagonista mesclava toques de perversão com bom humor. Se transformou em humano para conquistar Lívia (Flávia Alessandra), a reencarnação de seu grande amor há séculos.

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›