A Fazenda 2020: Mateus e Jakelyne discutem sobre mutirões e equipes nas roças

A Fazenda
Em A Fazenda 2020, Mateus e Jakelyne discutem sobre mutirões e equipes nas roças (Imagens: Reprodução – PlayPlus / Montagem – RD1)

Mateus Carrieri atualmente tem 1,7 milhão de seguidores no Instagram, mas entrou em A Fazenda 2020 com pouco mais de 15 mil seguidores. Sem saber o que se passa aqui fora, ele escolheu Jakelyne Oliveira para desabafar sobre esse medo de sucumbir a uma roça.

Confira tudo o que rola em A Fazenda 2020 clicando aqui

O ator confessou que anda pensando na influência de equipes profissionais ajudando participantes de reality show: “Eu ainda não tenho uma opinião formada sobre essa coisa de equipes de fora, de você se preparar para entrar, de formar mutirões. Imagina… Você pega uma pessoa que tem muita estrutura e até muita grana, que forma escritórios em todo Brasil“.

Jakelyne tentou tranquilizar o amigo: “A possibilidade de ganhar é grande, mas quem tira é o público“. Apesar desse medo, Mateus tentou ser otimista: “Eu quero acreditar que as equipes formadas espontaneamente por fãs, que façam algo porque gostaram de um cara, é o único jeito de ser justo. É a única chance que eu tenho de ganhar“.

Na sequência, o peão questionou a atual fazendeira: “Como eu faço para ganhar? Eu e vocês numa roça, vocês tem equipe e eu não tenho“. A ex-miss continuou com o papo positivo: “É como eu te falei na sua roça: você não tem equipes, mas tem pessoas que torcem por você. Até à final, você vai conquistar o seu público“.

“Faz uma diferença. O que adianta ter uma puta estrutura forte, com pessoas para me ajudarem, se aqui dentro o posicionamento dela é ruim?”, disse Jakelyne Oliveira, explicando que há vários fatores que podem levar alguém longe em A Fazenda. Mateus Carrieri finalizou: “A votação espontânea tem que ser mais forte, senão perde a graça. Senão ganha quem tem mais grana“.

Confira:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com