A Fazenda 2021: Nego do Borel está desaparecido; mãe faz boletim de ocorrência

Nego do Borel está desaparecido, segundo a mãe. (Foto: Divulgação)

[ALERTA: O texto a seguir aborda assuntos como suicídio e depressão. Caso você se identifique, procure ajuda no Centro Voluntário à Vida pelo telefone 188]

O cantor Nego do Borel está desaparecido. A mãe do ex-participante de A Fazenda 2021, Roseli Viana Pereira, fez um boletim de ocorrência no início da noite desta segunda-feira (4), na Delegacia Policial do Recreio dos Bandeirantes. As informações são dos jornais O Dia, através da colunista Fabia Oliveira, e O Globo. O caso está sendo encaminhado para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), na Cidade da Polícia.

Saiba tudo sobre A Fazenda 2021 na cobertura do RD1

Durante o depoimento, a mãe de Leno Maycon Viana Gomes afirmou que o filho anunciou pela manhã que iria sair de casa. Ele estaria chorando, disse que a amava e que não queria ser impedido de fazer o que queria. Depois, ele ligou para um assessor agradecendo por tudo, “como se tivesse se despedindo”.

Roseli também disse ter encontrado um bilhete em uma folha de caderno com ameaças. “A Fazenda vai me pagar, fez minha mãe chorar…”, dizia a mensagem. Borel foi expulso do reality show da Record após as acusações assédio contra a modelo Dayane Mello, no último dia 25 de setembro. O celular do artista permanece desligado.

A preocupação é ainda maior porque, no dia 26 de setembro, Nego do Borel divulgou um vídeo de 13 minutos onde se defendia das acusações e revelava estar passando por um quadro de depressão. Vou acabar tirando a minha vida, não estou blefando. Estou falando do fundo do meu coração. Estou sendo taxado como bandido, criminoso”, lamentou, na ocasião.

 

Ainda nesta segunda, Borel usou as redes sociais e revelou aos fãs que não está conseguindo dormir e ainda criticou a cúpula da emissora. “O bispo lá, dono da emissora, com todo o respeito, dono da Igreja… mas, será que um patrocínio vale mais que uma vida? […] Caraca”, disparou o famoso. “Foi covardia o que fizeram comigo. Dediquei meu tempo, fiquei 14 dias em quarentena, sem telefone, assinei o contrato bonitinho e fui expulso como estuprador”, completou.

MAIS LIDAS

Henrique Brinco
Henrique Brinco é baiano, formado em Comunicação Social pela Unijorge, de Salvador. Atua no jornalismo desde 2008, passando pelas editorias de política, cidades, cultura e entretenimento em diversos portais de notícias, locais e nacionais. É colaborador do RD1 desde 2012, onde já foi responsável pela editoria de Famosos e autor da coluna Por Trás da Mídia. É fã número 1 de reality shows. Fala besteira no Twitter (@brinco) o dia todo também!
Veja mais ›