Adriana Esteves celebra volta de novela e revela temor por ex-marido com Covid-19

Adriana Esteves
Adriana Esteves volta à tela da Globo com Amor de Mãe nesta segunda-feira (1°); atriz acompanhou luta do ex-marido, Marco Ricca, contra a Covid-19 (Imagem: João Cotta / Globo)

A pandemia de Covid-19 obrigou Adriana Esteves a ficar em casa. A atriz, porém, não passou o isolamento social “em paz”. Além do desejo de retomar as gravações de Amor de Mãe – que volta à tela da Globo nesta segunda-feira (1°) –, Adriana precisou lidar com o temor envolvendo Marco Ricca, seu ex-marido, que chegou a ser intubado por conta do novo coronavírus. Esteves falou a respeito de tais assuntos à coluna de Monica Bergamo, da Folha de São Paulo.

Como atriz, eu não consegui fazer nada. Dentro de mim a minha energia estava ainda guardada para a personagem de ‘Amor de Mãe’“, revelou. “Teve um determinado momento em que a vontade era muito grande de voltar a trabalhar e [havia] um certo receio de a novela, por alguma decisão empresarial, não ter fim. E isso foi dando uma saudade, uma frustração, um receio“, completou a atriz, que concluiu as gravações em novembro do ano passado.

Quando a gente voltou [a gravar], foi um misto de medo, de receio e de muita alegria. Parece que houve uma injeção de necessidade de união, e a gente conseguiu, de uma forma difícil, fazer 23 capítulos“.

Os protocolos sanitários adotados pela emissora para a retomada acabaram servindo como estímulo. Foi a partir de medidas como a placa de acrílico disposta entre o elenco que Adriana Esteves e os colegas puderam se entregar ao trabalho. “Aquele acrílico poderia dar uma tristeza, mas foi libertador. E foi a primeira cena em que a gente gritou uma pra cima da outra, em que a gente chegou muito perto sem risco nenhum“, relata ela, sobre uma cena com Jéssica Ellen (Camila).

Agora, à espera dos capítulos inéditos com exibição programada a partir do dia 15, Adriana preocupa-se com as variantes da Covid-19. Em dezembro, ela acompanhou a agonia de Marco Ricca, com quem foi casada por 10 anos. Os dois são pais de Felipe. “Ele contraiu e falou: ‘Não, Adriana, tá tudo certo’. [Passou] uma semana e ele ainda estava com febre, com a saturação ruim, e veio aquele susto do aumento de mortos“, confidenciou. Esteves relembrou o momento difícil:

A gente falava: ‘Não é possível que essa doença vai carregar ele agora’, como todas as famílias que perderam pessoas maravilhosas, as suas pessoas“.

Apesar do medo, Adriana Esteves salientou que não é possível parar por completo diante da pandemia – mesmo com os números de contaminados e mortos crescendo, em meio ao processo de vacinação. “A luta continua, a preocupação continua, mas a vida tem que continuar também. É necessário um conhecimento muito grande sobre tudo o que a gente está vivendo porque ele diminui o medo, dá mais ferramentas pra gente seguir em frente“, destacou.

No mais, a atriz celebrou o fato do pai já ter sido imunizado; no momento, ela aguarda pela vacinação da mãe. Adriana também tem se distraido com partidas de xadrez. Ela segue alheia às redes sociais, como sempre fez.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›