Adriana Sant’Anna chora ao recordar rejeição após BBB e revela atitude

Adriana Sant'Anna
Adriana Sant’Anna revelou o que fez para conseguir trabalhos após o BBB (Imagem: Reprodução / Instagram)

Apesar de fazer sucesso como influencer atualmente, Adriana Sant’Anna não foi muito bem aceita no BBB 11. Para quem não lembra, a famosa tinha um namoro de dois anos, mas resolveu ficar com Rodrigão (seu atual esposo) durante o confinamento.

Segundo o jornal Extra, em seu documentários, a empresária recordou a rejeição que sofreu quando deixou o programa. “Eu estava apaixonadíssima por ele, e eu recebi muitos ataques, me chamando de ‘falida’. Eu achava que ia ser chamada para os trabalhos, e eu não era chamada para a nada”, disse.

“Tinha a Talula e a Maria, que participaram (da mesma edição), que foram contratadas, e eu, nada. Ninguém me queria para nada, para nenhum trabalho”, lamentou, chorando.

Para dar a volta por cima e conseguir trabalhos, Adriana confessou que resolveu criar um perfil fake para se passar por uma fã sua. “Eu tentava buscar trabalho, e nada acontecia. Até que eu dia, veio uma luz: ‘eu vou me fingir de fã minha e começar a pedir para as pessoas me chamarem para trabalhos'”.

“Eu começava ver marcas que já tinham fotografado com outros ex-BBBs e começo a mandar mensagem: ‘Oi, tudo bem, eu sou a Juliana, eu sou fã da Adriana Sant’ Anna, vocês não têm interesse em fazer uma campanha com ela…'”, disse.

Na sequência, Sant’Anna contou que a atitude funcionou, e uma empresa a chamou para fazer um trabalho com Rodrigão. No entanto, na ocasião, o ex-BBB ganhou um cachê de R$ 120 mil, e ela, de R$ 5 mil.

“Ali, naquele momento, eu tinha ainda mais certeza sobre a desvalorização do mercado com relação a mim. Sobre a falta de aceitação da Adriana no mercado. Todo mundo estava bombando, e só eu não”, desabafou.

Após os momentos difíceis, a ex-sister contou que conseguiu virar o jogo em 2012: “Naquela época não tinha influenciadora digital, o negócio estava começando. Ali, minha vida começou a mudar”.

“Eu começo a fazer do Instagram a minha fonte de renda. Eis que me torno uma influenciadora digital, uma profissão que não existia. Passei a cobrar 2 mil, 2,5 mil para as marcas. Nem eu mesmo sabia explicar o que era esse poder de influência”, admitiu.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›