Agente processa o SBT e pede quase meio milhão após ser associado com travesti

SBT
Dudu Camargo na apresentação do Primeiro Impacto; SBT é alvo de ação judicial por reportagem do telejornal (Imagem: Reprodução / SBT)

Bruno Marques Teodoro moveu um processo contra o SBT por ter sido alvo de uma reportagem no Primeiro Impacto, durante a apresentação de Dudu Camargo. O agente penitenciário foi até o juiz e pediu R$ 450 mil de indenização.

No dia 6 de agosto de 2018, o telejornal do canal de Silvio Santos mostrou Bruno sendo baleado por uma travesti menor de idade na porta de um hotel em São Paulo, após um “boa noite, Cinderela”.

Segundo o iG, no processo, Teodoro disse que pediu uma bebida no bar, na madrugada de sábado para domingo, e começou a passar mal um tempo depois. Ele saiu do ambiente e foi parado por duas pessoas que ofereceram ajuda.

O carcereiro relatou que foi conduzido até um hotel próximo ao bar e, quando chegou no local, as duas pessoas que ofereceram ajuda tentaram tirar sua roupa. Ele interrompeu a ação da dupla, mas se deu conta que sua arma havia sido retirada dos seus pertences.

Ainda de acordo com a ação, Teodoro correu até a travesti, mais tarde identificada como menor de idade, e retomou o revólver. Ainda assim, durante a perseguição, o agente levou dois tiros.

O carcereiro disse foi mencionado de maneira deturpada pela produção do SBT, que, segundo ele, teria insinuado um envolvimento com a travesti que o assaltou. Mais do que isso: Bruno acusou abalos psicológicos depois que a imagem do seu R,G apareceu na matéria.

Decisão desfavorável

O juiz Fernando José Cúnico, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não aceitou nenhum pedido do autor, que terá que desembolsar R$ 45 mil pelas custas processuais. Para a Justiça, não houve nenhuma informação retratada de maneira deturpada.

Na matéria, o SBT informou que “o agente penitenciário Bruno Marques Teodoro foi baleado por uma travesti, menor de idade, na região central de São Paulo”, e acrescentou:

“De acordo com a polícia, os dois foram até um motel, acompanhados de uma outra pessoa e, na saída, começaram a brigar. A travesti conseguiu pegar a arma do agente e disparou contra ele. Bruno está intenado em estado grave na Santa Casa de Misericórdia”.

O magistrado entendeu que o telejornal expôs apenas as informações fornecidas pela polícia na ocasião.

Confira a reportagem:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›