Além da Globo, Band e Record precisam renovar concessões em 2022

Globo
William Bonner no JN; Globo, Band e Record devem buscar trâmites para novo ciclo de concessões (Imagem: Reprodução / Globo)

Não é só a Globo que vai enfrentar a burocracia da renovação da sua concessão em 2022. Além do canal da família Marinho, Band e Record devem enfrentar a mesma situação. Contudo, a TV líder de audiência é a única que tem no caminho o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo o Metrópoles, os três canais de sinal aberto têm até o dia 5 de outubro do ano que vem para dar início ao processo de renovação da concessão de televisão. SBT e RedeTV! só devem pensar no assunto em 2023.

Existe uma série de exigências na lei para que a renovação seja atendida. Elas envolvem capacidade financeira e inexistência de débitos tributários e trabalhistas, entre outros tópicos.

É nesse ponto que entra a ameaça de Bolsonaro contra a concessão da Globo, algo mencionado por ele mais de uma vez em eventos ou transmissões ao vivo na internet:

“Vai ter que estar direitinho a contabilidade para que possa ter a concessão renovada. Se não estiver tudo certo, não renovo a de vocês e nem a de ninguém”.

No entanto, o presidente Jair Bolsonaro não tem nenhum poder sozinho para um veto. A Constituição garante que a palavra final é do Congresso Nacional e por meio de votação nominal.

Dois quintos do Congresso Nacional são fundamentais para que o sonho do presidente seja realizado. Algo muito, mas muito difícil de acontecer.

Globo bilionária

Não deve faltar dinheiro para a Globo caso qualquer contratempo sobre tributos, taxas ou dívidas apareça no decorrer da burocracia para a renovação da concessão.

O motivo? A receita líquida da empresa chegou a R$ 3,7 bilhões no terceiro trimestre de 2021, um crescimento de 19% na comparação com o mesmo período do ano passado

Trata-se o melhor resultado da emissora carioca, entre julho e setembro, das últimas quatro temporadas. Nos nove primeiros meses de 2021, a receita líquida da empresa da família Marinho cresceu nada mais que 18% em relação ao mesmo período de 2020.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›