Alexandre Frota
Em entrevista reveladora, Alexandre Frota critica Jair Bolsonaro e filhos e desabafa sobre drogas e pornografia (Imagem: Reprodução / Instagram)

O sempre polêmico Alexandre Frota, hoje deputado federal pelo PSL, concedeu uma entrevista reveladora à revista “Veja” desta semana. Sem meias-palavras, Frota detonou o clã Bolsonaro – o presidente Jair e seus filhos Carlos, Eduardo e Flávio. Ele também falou abertamente sobre sua atuação na Câmara, a favor da Reforma da Previdência e de suas passagens pelas drogas e por filmes e revistas pornôs.

Frota começou pichando a tentativa de Jair e Eduardo de fazer deste último embaixador do Brasil nos Estados Unidos. “Fritar hambúrguer, como ele diz que fez na juventude, não tem nada a ver com um currículo de diplomata. O Edu é um garoto mimado, com quem já tive experiências boas e ruins“, revelou, repudiando a tentativa de Eduardo de ser alçado ao posto por ter trabalhado como “chapeiro” nos EUA.

A respeito da atuação dos filhos de Bolsonaro na política, Alexandre Frota foi enfático: “Não acho que ajudam, não. Até agora não vi nada de útil vindo do senador Flávio Bolsonaro. O Carlos, então, só atua na contramão. Decidi bloqueá-lo em todas as minhas redes sociais. Ele é vereador no Rio de Janeiro. Não sei o que tanto faz em Brasília“.

O presidente, aliás, também foi alvo de críticas. “Já foi melhor. Um dia desses ele até me mandou calar a boca. Eu também acho que Jair fala muito. Você vê, ele arrancou um dente agora, ficou três dias sem dizer nada, e a gente ficou três dias sem problema“, ironizou Frota. “Quando ele abre a boca no Twitter, ultrapassa limites que deveria respeitar como presidente“, emendou.

Frota ainda revelou ter auxiliado Jair Bolsonaro durante a campanha, principalmente nos compromissos do então presidenciável em São Paulo, garantindo até mesmo a segurança de eventos em meio ao “temor” do candidato acerca de protestos da CUT e do MTST. E atribuiu a vitória do governo na Reforma da Previdência ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Alexandre Frota contou também ter intermediado um encontro de Maia com o ministro Paulo Guedes. Disse ter usado táticas de futebol americano em reuniões do plenário a respeito do assunto e criado um grupo no WhatsApp batizado “Coach Frota”, para discutir a reforma.

Ele não mediu palavras ao fazer referência a Olavo de Carvalho, um dos gurus da família Bolsonaro: “É um charlatão que consegue fazer com que os Bolsonaro ouçam mais ele do que os amigos que correram com o Jair desde o começo“. Afirmou que Bolsonaro precisa honrar o compromisso de não sair candidato à reeleição e revelou propostas do DEM e do PSDB, via João Doria, para mudar de partido.

O vício em drogas também esteve na pauta: “Fui dependente químico durante quinze anos. […] Isso me levou ao fundo do poço. Eu era pobre, fiquei rico e pobre de novo. A dependência química acaba com sua família, com você, com seus amigos. E eu não dei a sorte que o Fabio Assunção deu, de passar por vários problemas sérios e continuar a ser contratado. Tive de me virar“.

Por fim, comentou sua atuação no meio pornô: “O incrível é que até hoje falam sobre isso — sinal de que eu fiz bem. Participei de doze novelas, a maioria delas na Rede Globo, mas o mais importante para as pessoas são os filmes pornô. […] Foi um momento da minha carreira. Eu não coloquei dinheiro na cueca, não saí com mala de dinheiro de restaurante, não desviei dinheiro do povo“.

Fazer filme pornô, perto disso, não é nada de mais. As pessoas esquecem que eu só f*** nos filmes. O Lula f**** o Brasil“, sentenciou, arrematando com: “A verdadeira pornografia está no Congresso, né?“.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!