Amor Sem Igual repete recorde e vence novela sem fim do SBT

Amor Sem Igual
Paulo Figueiredo (Geovani) em Amor Sem Igual; trama vence As Aventuras de Poliana, com abordagem de assuntos polêmicos (Imagem: Reprodução / Record)

Após conquistar a melhor audiência de 2020, na segunda-feira (23), Amor Sem Igual cresceu nesta terça-feira (24), repetindo o recorde da estreia – em 10 de dezembro do ano passado. Os dados são referentes a Grande São Paulo. A novela de Cristianne Fridman, exibida pela Record, superou As Aventuras de Poliana, trama que o SBT veicula desde maio de 2018, sem previsão de término.

No ar entre 20h45 e 21h42, Amor Sem Igual atingiu 9 pontos, 11 de pico e 11% de participação no número de televisores ligados (share); na mesma faixa, o SBT anotou 8,6 com Roda a Roda Jequiti e As Aventuras de Poliana. O capítulo em questão focalizou a descoberta de Oxente (Ernani Moraes) sobre o envolvimento de Leandro (Gabriel Gracindo) no estupro de Maria Antônia (Michelle Batista), filha do comerciante.

Cristianne Fridman vem apostando em temas já vistos em seus trabalhos anteriores. Como o HIV que acometeu Geovani (Paulo Figueiredo), debate promovido também em Chamas da Vida (2008). E o submundo das peneiras de futebol, tal qual Vidas em Jogo (2011), com Ramiro (Juan Alba) roubando órgãos de um de seus jogadores, Peppe (Matheus Costa).

Ontem, Amor Sem Igual surfou no bom desempenho dos jornalísticos que a antecede. O Cidade Alerta, das 16h47 às 19h45, amealhou 12,3 pontos, 17 de pico e 17% de share contra 6,4 da Band e do SBT. O terceiro boletim JR – 24 Horas, exibido durante o CA, alcançou 13,1 pontos, 14 de pico e 18% de share; entre 17h55 e 18h, 7,2 para a Band, isolada em terceiro lugar. O Jornal da Record, das 19h45 às 20h30, acumulou 10,8 pontos, 13 de pico e 14% de share versus 7 do SBT.

Nesta terça, a Record também assegurou a vice-liderança com Balanço Geral SP – 7,7 pontos, 10 de pico e 13% de share x 7,6 do SBT –, a reapresentação de A Escrava Isaura (2004) – 7,1 pontos, 10 de pico e 12% de share x 6 do terceiro colocado – e a reprise de O Rico e Lázaro (2017) – 7 pontos, 9 de pico e 9% de share, num empate com o principal concorrente.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

ALERTAS GRATUITOS