Ana Furtado entrega Boninho na Globo após atitude em casa

Ana Furtado
Ana Furtado surpreende com comentário sobre Boninho na Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

Durante o É De Casa deste sábado (30), Ana Furtado elogiou o marido, Boninho, por causa da mão cheia do diretor da Globo na hora dos afazeres domésticos. O comentário veio depois que Michelle Loreto avisou que um dos temas do Bem Estar era sobre a divisão de tarefas em casa.

“Quem aí divide direitinho? Manoel eu sei que sim”, afirmou Loreto. “Assunto importante esse, né? Eu não divido porque moro sozinha, então tenho que fazer tudo mesmo. E tá tudo certo”, respondeu Talitha Morete.

Ana, por outro lado, foi enfática: “Eu divido, claro. Tem que dividir”. Questionada se Boninho era um dos responsáveis pelo fogão, a apresentadora respondeu que sim. “Deixo tudo pra ele. Falo assim: ‘ô dividido’. Cozinha das 10h às 12h é ele quem cozinha, depois ele arruma. Tô brincando”, disparou.

“Ele lava a louça?”, indagou a jornalista. “Lava a louça. Meu marido é tudo de bom, mas eu não posso ficar fazendo muita propaganda. Não dá muito certo”, alertou Ana. “Faça não. A gente tem que guardar o tesouro”, afirmou Michelle.

Recentemente, Ana Furtado comentou como Boninho foi fundamental em sua luta contra o câncer. Em entrevista ao Saia Justa, do GNT, a contratada da Globo garantiu que ele ficou ao seu lado até o último dia do tratamento:

“O Boninho foi fundamental nessa minha caminhada. Ele segurou a minha mão do começo e ficou comigo até o último dia de tratamento. O meu irmão até fala ‘o Boninho que curou você, não foi o seu oncologista'”.

“Ele preparou tudo a minha volta, fez com que eu me sentisse bem, bonita, segura, feliz, confortável. Ele não mediu esforços para me proporcionar essas sensações durante todo esse processo”, revelou.

“E saber que ele estava ali do meu lado, para o que der e vier, a qualquer momento quando eu precisasse, isso foi pra mim a minha grande fortaleza”, disse.

“Infelizmente talvez eu seja esse ponto fora da curva, faço parte de uma estatística menor. A maioria das mulheres perdem os seus companheiros ou companheiras. Essa coisa da fragilidade do ser humano”, refletiu.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›