Ana Maria Braga defende Tatá Werneck após atriz ser atacada por precaução no velório de Paulo Gustavo

Ana Maria Braga defende Tata Werneck após polêmica na web (Imagem: Reprodução / Globoplay – Instagram)

A apresentadora Ana Maria Braga usou sua conta no Twitter para defender Tatá Werneck após uma série de ataques nas redes sociais. A humorista foi criticada por utilizar duas máscaras, face shield e carregar álcool em gel no velório do ator Paulo Gustavo, que faleceu na terça-feira (4) em decorrência da Covid-19.

Em um breve tweet, ela escreveu: “Ela está CERTA! Errado é negar a gravidade dessa doença que já levou 400 mil vidas brasileiras”. Internautas aproveitaram para sair em defesa da atriz. “Certíssima, não colocar a vida dela, da família e das outras pessoas que tem contato com ela no trabalho“, comentou um internauta.

Ontem, a comediante já havia se posicionado a respeito dos insultos. Na mesma plataforma, publicou: “As pessoas são bobas demais. Criticam quem não se protege. E na mesma medida quem se protege demais. Prefiro ser chamada de exagerada do que de irresponsável“.

Apesar de muita gente ter elogiado a atitude, as críticas fizeram com que Tatá fosse tirar satisfação com uma seguidora através de mensagens privadas. A conversa acabou sendo exposta pela internauta através de prints.

Tudo começou com a postagem: “Essa é a Tatá no velório/crematório do Paulo Gustavo. Me perdoem, mas tudo o que eu amava essa mulher, peguei ranço. Três máscaras? Me economize!”.

Gente! Que é isso? Pra que esse nível de ataque a mim? Eu tenho pânico!”, escreveu a atriz. “Moro com meus pais. Com minha filha. E tenho medo por mim. Tem ranço porque eu quero me proteger?”.

“Eu estou impressionada com o nível de ódio gratuito. Nunca saí de casa que não fosse para trabalhar. Eu pensei muito antes de ir, mas eu estou tão deprimida e negando tanto tudo que aconteceu que eu precisava ver para entender. Fiquei 15 minutos e saí. Você nunca conheceu alguém com síndrome do pânico?”, voltou a perguntar a humorista, que enviou mais uma mensagem em seguida.

Nossa, estou de fato, muito triste pelo seu ódio gratuito, ainda mais num dia que eu estou sofrendo pra cacete. Não precisava de nada disso”, prosseguiu.

A seguidora respondeu a mensagem: “Oi, Tatá, como vai? Ranço vem desde o alarde que só você tem feito com essa morte, coisa que nunca vi na vida. O marido dele em silêncio, a mãe, os colegas. Você, na minha opinião, está ‘over’. Você acabou de ‘enterrar’ seu melhor amigo e está tirando satisfações comigo em direct de Instagram? Tudo isso porque dei minha opinião do que julgo exagero?”.

Tatá se irritou: “Quem é você para medir meu nível de dor e amor pelo Paulo? As pessoas lidam como bem entendem. Eu não vim tirar satisfação, eu vim entender por que esse ódio gratuito. Mas não sou trouxa. Você é escrota. Eu sei do quanto o Paulo gostaria do maior número de homenagens possíveis. Eu falava com o Paulo todos os dias. Eu sei do que ele gosta. Aff. Amarga”. A resposta da moça veio em seguida: “Fica em paz você também”.

Confira:

Elson BarbosaElson Barbosa
Jornalista, encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @ellsonbarbosa
Veja mais ›