Ana Maria Braga explica sigla LGBTQIA+ e web ataca Patrícia Abravanel

Ana Maria Braga
Ana Maria Braga é elogiada na web após Mais Você com informações sobre a comunidade LGBTQIA+ (Imagem: Reprodução / Globo)

Ana Maria Braga recebeu no palco do Mais Você da última quinta-feira (24) a drag queen Sasha Zimmer, participante do especial Falas do Orgulho, da Globo. A loira usou o seu programa e explicou pausadamente o significado da sigla LGBTQIA+. O momento fez o público criticar Patrícia Abravanel.

“A gente fez uma arte para tentar explicar porque não é todo mundo que entende as siglas todas”, começou a apresentadora. “L (Lésbicas), G (Gays), B (Bissexuais), T (Transexuais, travestis e transgêneros), Q (Queer), I (Intersexuais), A (Assexuais) + (engloba todas as orientações)”, informou o programa.

Ana Maria Braga perguntou para Sasha sobre o termo “Queer”, já que ela não tinha conhecimento. O termo é colocado para pessoas que fogem da heteronormatividade, seja pela orientação sexual, identidade de gênero, atração emocional ou pela expressão de gênero.

“A arte drag não é gênero, não é uma definição, não é limitada, pode ser um hetero, uma mulher. Qualquer pessoa pode fazer a arte drag do jeito que quiser”, manifestou.

“Eu sou uma gayzona, mas caminho em todas as vertentes. Sou queer, sou um garoto gay que ama dançar e cantar. Foi através da arte que eu me reencontrei e me vi mais feliz”, contou.

A aula no matutino virou assunto no Twitter. Vários usuários da rede social atacaram Patrícia Abravanel, que há poucas semanas soltou declarações homofóbicas no Vem Pra Cá, do SBT.

Confira a repercussão na web:

 

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›