André Marinho se pronuncia sobre saída da Jovem Pan após irritar Bolsonaro

André Marinho
André Marinho falou sobre a saída da Jovem Pan (Imagem: Divulgação)

André Marinho se pronunciou sobre a sua saída da Jovem Pan. Ele pediu demissão nesta quarta-feira (3), após ter irritado o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com uma pergunta sobre a prática da “rachadinha” no Rio de Janeiro.

Ao jornal O Globo, o humorista confirmou o seu desligamento do canal de notícias e desabafou sobre a situação: “Foram dois anos dedicados ao programa de humor mais longevo da rádio brasileira”.

“Sou muito grato ao Emílio Surita, demais membros do Pânico e toda direção da empresa por terem me proporcionado essa oportunidade que representou um inestimável crescimento pessoal e profissional”, declarou o comediante.

Filho do empresário Paulo Marinho, que foi aliado do presidente Jair Bolsonaro na campanha eleitoral, André Marinho causou ao perguntar ao político se “rachadores” do Rio de Janeiro deveriam ir para cadeia.

O famoso falou de partidos como o PT e não mencionou o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), investigado pela mesma prática. Bolsonaro, porém, demonstrou irritação e disse que o pai do humorista é o “maior interessado” na vaga de Flávio do Senado.

Após o pedido de demissão, Marinho disse apenas que vai “buscar novos ares” e que foi “uma decisão de carreira” para seguir em novos projetos.

Nesta quinta-feira (4), no início do humorístico, Emílio Surita explicou ao público a situação envolvendo o integrante da atração e disse que as portas estão abertas para ele.

“O Marinho estava chateado. Ontem, ele me procurou aqui na emissora, veio falar comigo. Ele está sofrendo com a pressão. O Marinho ficou num fogo cruzado. Ele toma porrada num dia, fala um negócio no outro. Tem uma turma que é a chapa tênis que apoia o Marinho, aí tem a outra que são os mais conservadores… e tem a rede social, que enche o saco dele”, declarou.

O líder do Pânico ainda afirmou: “Ele está chateado. Eu falei: ‘Marinho, se você quiser ficar no Pânico, você fica. Aqui ninguém tira o trabalho de ninguém. Você é um moleque muito legal e talentoso, o seu pai é muito bacana. A gente sabe que você está passando por problemas com a sua família. Você é um cara educado. Vai para a tua casa, descansa, você tem a porta aberta’”.

“Vai depender da decisão do Marinho. Ele é um cara que todo mundo gosta, mas é um mundo em que a gente vive… é um mundo da lacração, da mitagem, da rede social. Essa é a posição do programa Pânico. A gente não tem o que falar, só coisas positivas dele”, garantiu Emílio.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›