Andressa Urach decide focar em carreira de esteticista e anuncia novo empreendimento

Andressa Urach
Andressa Urach decide investir no ramo da estética (Imagem: Reprodução / Instagram)

Andressa Urach anunciou em seu perfil no Instagram que a partir de agora vai focar na carreira de esteticista. Para divulgar seu trabalho, ela criou uma outra conta na rede social. Já pensando no futuro, a modelo planeja abrir um espaço físico para atender os clientes.

Designer de sobrancelha, especialista em embelezamento do olhar, nail designer e esteticista. Qualidade no serviço e bom atendimento é nosso objetivo”, destacou a musa na biografia do perfil.

A página serve como vitrine para seu novo trabalho e também mostra o aperfeiçoamento na área. No espaço também será compartilhado vídeos com profissionais das diversas áreas da estética. Além disso, Urach já anunciou que pretende abrir um salão de estética e uma barbearia em Porto Alegre após o final do concurso Miss Bumbum 2021, no qual é sócia.

E por falar na disputa, a ex-Universal ficou revoltada com os comentários machistas que as participantes estavam recebendo nas redes sociais.

Nos Stories, a famosa fez um desabafo sobre as mensagens que as moças estavam recebendo. “Um dos comentários que chamaram a atenção foi: ‘mulheres que participam de um concurso de bumbum não podem reclamar de assédio’”, contou Andressa, que ressaltou:

Em pleno século 21, ainda vemos pessoas dizendo o que mulheres podem ou não fazer, quando, na verdade, elas podem fazer o que quiserem e, independentemente de qualquer coisa, merecem respeito”.

Na conversa com os seguidores, a empresária ainda lembrou de quando ela mesma julgou pessoas pela forma que se vestiam. No entanto, agora, com outra mente, Andressa percebeu que estava errada.

Lembra que uma vez eu falei uma frase assim ‘roupa não define caráter, mas caráter define roupa’. É porque eu fui doutrinada a ser um robozinho. Então, eu tinha que repetir o que eu aprendia, porque eu tinha medo de Deus. Achava que Deus ia me matar a qualquer momento, porque eu era uma pecadora”, disse.

Era doutrinada a ensinar as mulheres a serem virtuosas, mas estava me tornando uma mulher muito infeliz. O que me deixa mais triste, muitas vezes, é ver mulheres julgando outras mulheres”, lamentou.

Confira:

Elson Barbosa
Jornalista, encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @ellsonbarbosa
Veja mais ›