Antonia Fontenelle é condenada a pagar indenização a Felipe Neto na Justiça

Antonia Fontenelle se prejudica por causa de Felipe Neto (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Antonia Fontenelle continua se encrencando por falar demais e acabou sendo condenada criminalmente na Justiça a pagar uma indenização ao youtuber Felipe Neto.

De acordo com informações do jornal Metrópoles, ela recebeu uma sentença do 9ª Juizado Especial Criminal, da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, por crime de injúria.

Na ocasião, foram levadas em consideração a declaração polêmica de Antonia, que disparou os adjetivos pejorativos contra Felipe, como “canalha e câncer da internet”.

O valor que ela terá que desembolsar é de cerca de R$ 63 mil para o fundo penitenciário, além das custas do processo. Além disso, ela está respondendo a outros dois processos.

Eles estão sendo movidos pelo influenciador digital, mas Antonia ainda poderá recorrer da decisão.

Nesta semana, vale lembrar, ela não apareceu em Tribunal da Justiça do Rio de Janeiro, segundo o colunista Ricardo Feltrin, do Splash.

Foi informado que a famosa estava sendo aguardada para uma audiência de conciliação com jornalista Fábia Oliveira.

A colunista do jornal O Dia move processo contra a apresentadora e a acusa de crimes contra a honra. Inclusive, este é o segundo processo criminal dela contra Antonia Fontenelle.

Um outro corre na 42ª Vara Criminal, também no Rio de Janeiro. Fábia Oliveira também move dois processos na esfera cível e, em março deste ano, ela havia dado entrada no terceiro processo.

A jornalista, porém, ainda planeja outras ações contra a atriz. Advogado da jornalista, Paulo Victor Lima Carlos afirmou a Feltrin que ela agora será citada para responder pela acusação formalmente.

“Ela terá 10 dias agora para juntar a resposta. Se não fizer isso, ela corre risco de ser julgada à revelia. Se responder, o juiz vai marcar audiência”, disse.

Na semana passada, Antonia Fontenelle vai precisar responder na Justiça pelo suposto crime de preconceito.

A famosa foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba após ser acusada de soltar comentários xenofóbicos sobre o DJ Ivis, que aparece em vídeos agredindo a ex-mulher, Pamela Hollanda.

A informação foi divulgada pelo G1, que informou que o inquérito policial aponta que as atitudes de Fontenelle caracterizam manifestações preconceituosas generalizadas, direcionadas a todos os paraibanos.

A publicação ainda ressaltou que, como conclusão das investigações, o delegado Marcelo Antas Falcone entendeu por indiciar a dona do canal Na Lata, do YouTube, na Lei do Racismo, que prevê pena de reclusão de 1 a 3 anos e multa para o crime de preconceito ou discriminação.

Antonia Fontenelle não respondeu a equipe do G1 sobre o assunto. Ela causou a polêmica na época em que Pamela divulgou os vídeos de agressões que sofreu do ex.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›