Antonio Fagundes detona Regina Duarte no Governo Bolsonaro

Antonio Fagundes
Antonio Fagundes criticou a decisão de Regina Duarte (Imagens: Divulgação/ Montagem – RD1)

Antonio Fagundes foi mais um famoso que se posicionou contra a ideia de Regina Duarte entrar no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). O ator soltou o verbo sobre a decisão e disse que “saiu queimada por todos os lados”.

“A classe não gostou nem um pouco da participação dela. Nem os próprios bolsonaristas. Então, foi uma inútil passagem para a biografia dela”, disparou o veterano em entrevista ao jornal O Globo.

O artista também opinou a respeito do nome de Mário Frias para a Secretária de Cultura. O ator, cabe lembrar, é o mais cotado para assumir o cargo que foi, até pouco tempo, de Regina Duarte.

“Enquanto o governo estiver interessado em sucatear a educação, a cultura e todas as conquistas que tivemos até hoje, nada vai resolver. Nem a economia resolverá com qualquer pessoa que se coloque lá“, afirmou o famoso.

Antonio Fagundes acrescentou: “Quem entrar em ministério e tiver que obedecer às ordens desse governo autoritário vai ter problemas. A gente está vendo isso inclusive no Ministério da Saúde no auge de uma pandemia”.

O global ainda se posicionou contra o silêncio da pasta da Cultura diante de mortes recentes de personalidades da cultura do país, como Rubem Fonseca, Moraes Moreira, entre outros.

“Um governo que diz ‘e daí?’ pra quase 20 mil mortos não vai levar em conta dez ou 20 intelectuais que venham a morrer”, lamentou ele, que completou: “Flávio Migliaccio faz falta e fez muita diferença nos anos em que esteve com a gente. Assim como Lima Duarte e todos que se preocupam com a cultura e com uma sociedade mais justa”.