Após acusar Wesley Safadão de plágio, compositor quer cantor preso

Wesley Safadão
Wesley Safadão soltou o verbo contra o compositor e recebeu consequências (Imagem: Reprodução / YouTube)

Após processar Wesley Safadão por plágio da música Vaqueirinha Maltrata, o compositor Jonas Alves, que foi acusado pelo cantor de ser alguém que quer “enriquecer ilicitamente”, decidiu prestar uma queixa-crime contra o forrozeiro.

Em conversa com a coluna de Leo Dias, do Metrópoles, o compositor afirmou: “Já aconteceu uma audiência de conciliação, mas o Wesley não colocou nenhuma proposta de acordo. Em seguida, ele fez uma contestação e uma defesa fajuta com mentiras”.

“O mocinho aqui sou eu, não ele. Quem está ganhando ilicitamente é ele. Safadão gravou uma música sem nenhuma autorização, eu acho que ele devia ter vergonha na cara“, disparou ainda.

De acordo com os advogados de Jonas, a prisão preventiva de Safadão aconteceu, pois essa não teria sido a primeira vez que o compositor é acusado de tal crime pelo famoso. Segundo os profissionais, ainda há um terceiro caso de plágio contra WS que está em análise.

Alves, que acusa o forrozeiro também por danos morais, contou que prestou a notícia-crime no dia 24 de fevereiro. “Em 2020, abri um processo contra o Wesley por crime de violação de direito autoral, que está previsto no art. 184 do Código Penal. Agora, fiz esta ocorrência na delegacia para seguir com o processo criminal. Eu fiz isso pra ele aprender a respeitar daqui pra frente os direitos de nós compositores”.

“Esperei por um acordo dele no dia da audiência de conciliação. Ainda estou disposto a um acordo amigável, apesar de que amizade não existirá mais. O valor total do processo é R$ 4,7 milhões”, completou.

Procurada pela publicação a assessoria de Wesley afirmou que não vai falar sobre o assunto.

Para a publicação, Jonas explicou que Wesley Safadão não teria lhe pagado pela composição da música que foi lançada em 2018.

A canção fez sucesso e foi acessada e baixada por 1,57 milhão de pessoas. Dessa forma, o compositor está atrás de sua parte parte. Somando o valor de direito pela parte da música e também danos materiais, Jonas teria que receber R$ 4,5 milhões. Em tempo, os advogados do músico pediam R$ 200 mil por danos morais.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›